Onde comer e se emocionar em Toronto (Canadá) – 4 lugares imperdíveis para você sentir a típica gastronomia, 1 lugar para um piquenique emocionante e detalhes dos hábitos apimentados da cidade!

“Comer o lugar” é sempre muito importante – a marca que o gosto deixa é eterna. Através do sabor da comida de um local você navega por traços culturais diversos que compõe aquele espaço. Toronto é uma cidade cheia de possibilidades gastronômicas incríveis, separei 4 sugestões de locais para comer que nos fazem sentir a alma dessa cidade, no gosto da comida e também no entorno do bairro ou atração onde você irá comer. Também vou te contar sobre os hábitos “apimentados” da cidade e ainda indico um lugar para fazer o piquenique mais emocionante da sua vida. Toronto é uma cidade muito gelada no inverno mas que é tão “doce” e acolhedora que você se sente aquecido – doce através da gentileza das pessoas, do aconchego, da confort food que você encontra em todo canto e das paisagens lindas. A comida de lá é tão gentil quanto o povo canadense é. É interessante como a comida sempre nos conta algo sobre o lugar onde estamos, tão lindo isso. Enfim, vamos às dicas.

1) Eggsmart – O autêntico brunch canadense!

img-20140403-wa0012

Brunch: Breakfast + Lunch  – Refeição de origem britânica muito comum na América do Norte, que é café da manhã e almoço em uma refeição só, muito comum de acontecer em domingos e feriados (que é quando se acorda mais tarde).  A comida típica de um local traz o gosto autêntico de sua história e costumes. O café da manhã canadense é uma marca intensa do país. Pesado, intenso, mas delicioso. Comi as 9:00 e só senti fome as 15:00, e não era nada que se diga nossa, como ele está com fome, meu Deus! E o melhor lugar para experimentar um café típico do Canadá é a Eggsmart – uma rede muito legal com diversas opções e combinações de refeições, vai lá amar gente! Tem unidades espalhadas por Toronto! Experimente e, enquanto comer, observe os detalhes, as mesas à sua volta, e note como as pessoas começam seu dia nesse canto do mundo. É uma ótima pedida para começar o dia e carregar bem suas energias para turistar pela cidade num longo dia – muito provavelmente você nem precisará interromper seus roteiros para almoçar. As unidades são charmosinhas e lembrar aquelas lanchonetes dos filmes norte-americanos.

Onde: Existem várias unidades espalhadas por Toronto. Confira no site deles!

Clique aqui e acesso o site do Eggsmart e veja todas informações.

E se quiser fazer em casa as pancakes tradicionais do Brunch canadense, clica aqui e veja receita. 

 

2) Wanda’s Pie In The Sky – As melhores tortas de Toronto! 

img-20140408-wa0003

O Kensington Market é um bairro maior gracinha de Toronto! Lá você encontra ingredientes frescos e de excelente qualidade! Tem de tudo lá! Brasileiros com saudade de comidinhas da terra tropical podem achar um monte de produtos made in Brazil lá – como paçoca, guaraná e pão de queijo! O bairro também é conhecido por ter um mundarel de brechós – que tem muito coisa boa e legal gente! Agora o melhor desse bairro pra mim são as apaixonantes tortas da Wanda’s Pie In The Sky! Misericórdia, é muito bom! Caso de amor-real-eterno com essas delícias! Vale muitíssimo a pena dar uma parada lá e provar! Meu amor maior do cardápio deles é a de banana (essa da foto)! Aí meu coração. É um dos melhores lugares para provar as tão famosas tortas canadenses – marca cultural fortíssima, e um pedaço dessa torta é um abraço canadense forte em você. As tortas norte-americanas são marca forte da gastronomia deles, simbolizam muitas coisas, como por exemplo o ato de dar um torta à alguém – que significa gentileza, gesto de paz, pedido de desculpas ou reconciliação.

Onde: 287 Augusta Avenue, Toronto, ON M5T 2M2 (416-236-7585).

Clique aqui e acesse o site do Wanda’s Pie In the Sky e veja todas informações!

Se você não está em Toronto e quer comer uma tradicional torta norte-americana, clique aqui e veja minha emocionante receita de cheesecake! 

 

3) Soma Chocolatemaker – O melhor chocolate quente do mundo está em Toronto! 

 

Um chocolate quente deixa qualquer inverno mágico. Na verdade que só no inverno o que! Em qualquer momento um chocolate quente bem feito, com ingredientes bons e bem usados, proporcionam experiências tão boas que quase nos fazem voltar a acreditar em fadas. Mas no inverno de fato isso fica bem melhor. Quem visitar Toronto não pode deixar de experimentar o Hot Chocolate da Soma Chocolatemaker! Encantador! Eles tem uma opção que é o Hot Chocolate Spicy – Um chocolate quente com especiarias picantes, incrível! Nunca provei um tão harmônico!

A unidade que visitei do Soma Chocolatemaker fica num lugar lindíssimo, numa área histórica de Toronto chamada  Distillery District, um lugar fofo com restaurantes, galerias de arte, local muito frequentado por artistas. Vale apena o passeio por lá! Ainda contando que indo lá você encontra a delícia do Hot Chocolate da Soma, vale mais a pena ainda! Eles tem diversos produtos derivados de chocolate por lá, e lá mesmo fabricam o que vendem, podemos ver por um vidro alguns passos da produção, é bem legal! os preços não são os mais em conta mas não são absurdos, com $5 dólares você toma o famoso Hot Chocolate. Visite e seja feliz!

Onde: 32 Tank House Lane, Toronto, Ontario, Canada, M5A3C4

Clique aqui e acesse o site da Soma Chocolatemaker e veja todas informações!

 

4) 360 Restaurant – Alta gastronomia no topo da CN Tower!

IMG-20140215-WA0024

Uma das mais incríveis experiências gastronômicas da minha vida foi almoçar no 360 Restaurant –  um restaurante de Toronto que fica no alto da famosa CN Tower. Ele tem esse nome porque é um restaurante giratório que da uma volta de 360º no período de 1 hora. O restaurante é lindo, a comida é sensacional e a vista que você tem de toda a Grande Toronto de lá de cima é um espetáculo, sem contar a sensação gostosa de ir girando (numa velocidade muito tranquila que quase não se sente) e vendo a paisagem mudar, podendo ver Toronto de todos os ângulos e a mais de 350 metros de altura! Quem visita Toronto normalmente já visita a CN Tower, então super vale a pena conhecer o restaurante!

Algo bacana é que se você faz uma refeição no restaurante (uma refeição completa com entrada, prato principal e sobremesa fica em torno de 55 dólares – é o preço fixo para um menu completo) você não paga ingresso para acessar a CN Tower (que custa cerca de 30 dólares), acaba que super compensa em questão de valores, pois você gasta cerca de 30 dólares a mais e tem a experiência incrível de comer no 360 Restaurant!

 

O restaurante é elegante, muito bem servido e o menu é incrível! Quando fui, comi de entrada um foie gras servido com uma geleia de frutas vermelhas e torradas (adorei o sabor, só não gostei muito da consistência que estava meu foie gras), de prato principal escolhi o Pan Seared Atlantic Salmon & PEI Mussels – Um salmão servido com mexilhões acompanhados de um molho muito bom! Prato divino! E de sobremesa pedi a famosinha do restaurante: Dark Chocolate Tower – Uma torre feita de uma espécie de creme de chocolate e baunilha, servida com frutas azedinhas e um molho de vinho do porto, é maravilhosa também!

O restaurante é impecável e vale super a pena! E após almoçar no restaurante você pode aproveitar as outras atrações da CN Tower (andar no chão de vidro e ter a sensação de estar voando e apreciar a paisagem de Toronto no outro salão da Torre). Esse almoço e tudo que está em volta dele é uma das mais lindas lembranças que guardarei de Toronto, muito especial e diferente, marca e vale a pena! E ah, o lindíssimo aquário de Toronto, o Ripley’s Aquarium of Canada fica ali do lado da torre, aproveite para emendar a visita, ele é lindo e impressionante! Vale super a pena!

20140215_112413

Onde: 301 Front St. West (&John St.), fica do lado do Ripley’s Aquarium of Canada.

Clique aqui e acesse o site do 360 Restaurante e veja todas informações!

Além dessas 4 sugestões de lugares para comer, tenho um artigo-poético sobre um lugar em Toronto para fazer o piquenique mais emocionante da sua vida. Clique aqui e veja tudo sobre como fazer um Piquenique gelado no Bluffer’s Park em Toronto!

Também tenho um artigo que te conta detalhes dos hábitos apimentados de Toronto, e sobre a pimenta que reina lá em vários pratos, clique aqui e veja tudo sobre a pimenta de Toronto! 

Enfim, espero que tenham sentido o quanto essa cidade é diversa e incrível! Esses 4 lugares e outras 2 sugestões são só uma amostra, ela tem uma gastronomia rica, aconchegante e cheia de graça! Um charme a parte! Desfrute!

IMG-20140406-WA0036

A pimenta em Toronto – Sobre os hábitos alimentares da cidade.

20140402_195402

Dundas Square – A esquina mais movimentada de Toronto.

Na foto acima, eu encontrando mais uma vez, na comida de rua, a pimenta de Toronto. Hot Dog, Dundas Square, luzes, muita gente, de vez em quando um herói da Marvel, agitação, esquina que da para encontrar o mundo – A pimenta quase constante dessa cidade combina com o movimento quase constante dessa esquina agitada e picante – que não para e insiste, que nem o ardor da pimenta. Mas enfim, pimenta pra mim é amor intenso, ardente e sensual, mas para alguns pode ser terror total (até rimou, vejam vocês), então quem viaja para Toronto e não está acostumado com os hábitos alimentares da cidade, deve tomar alguns cuidados!

Canadenses apimentam quase tudo, e o nível é hard! Pimenta-do-reino nem é considerada “ardida”, é acrescida em muitos pratos que não são considerados apimentados, estando presente inclusive no McChicken de lá, eles a consideram um condimento suave, a usam em uma quantidade grande que promove um bom nível de ardor, mesmo assim não consideram ela capaz de fazer arder – mas que coisa, não? Mesmo a comida no geral não levando muitos condimentos diversos (como aqui no Brasil), a pimenta está sempre disponível e presente.

Andando pela cidade você já nota o gosto local por comida “hot”, tem muitos restaurantes indianos e mexicanos, pimenta brilha muito lá! Talvez a sensação térmica que eles experimentam na cidade a maior parte do ano, onde as temperaturas bem negativas predominam, ajude na construção cultural desse apreço todo por pimenta.

Eu adoro pimenta em tudo e não ligo nem um pouco, mas quem tem intolerância ou sensibilidade deve ficar atento, e questionar que condimentos vão em um prato antes de pedir ele, pois se não pode ter uma surpresa, como vi muita gente que não é da cidade ter. E não adianta perguntar apenas se o prato é “spicy”, pois o que é apimentado para eles talvez não seja para você, seja mais especifico e pergunte dos condimentos que podem arder, como pimenta calabresa e pimenta-do-reino.

Se você ama pimenta que nem eu, não deixe de provar uma poutine (prato tradicional canadense, clique aqui e veja mais sobre, até já ensinei ela) apimentada. Também indico um frango em algum dos restaurantes asiáticos, um taco ou burrito e uma costela de porco! Aff, que ardidinhos lindos que os canadenses fazem nesses pratos, eu amo!

Des Deux Moulins – O Café da Amélie Poulain e um passeio por Montmartre (Paris).

20140503_155937

Fachada do Des Deux Moulins

Parada obrigatória em Paris para quem, assim como eu, ama o filme O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (Le Fabuleux Destin d’Amélie Poulain), pois trata-se justamente do café em que Amélie trabalha no filme:  Des Deux Moulins (Sim, ele existe!). Para quem se encantou com a poesia desse filme (que ficou bem famoso mundo a fora) é uma experiência que agita o coração entrar no lugar e conseguir identificar todo o cenário daquela história carregada de poesia e detalhes “doces”. Eu adoro o filme e toda a “poesia do simples” que ele evoca, e estar lá foi sensacional. É um lugar indispensável de visitar para aqueles que sabem “que até mesmo as alcachofras tem coração…”

O Café fica bem perto de dois moinhos: O Famoso Moulin Rouge e o Moulin de la Galette, daí o nome: Des Deux Moulins (Os dois moinhos). É um lugar na maioria das vezes cheio, pois é bem famoso e muitos turistas de todo canto se espremem nas pequenas mesas do café. Mas o lugar, além de todo o encanto que traz do filme, é agradável e fofo, os garçons são gentis (e lindos, diga-se de passagem), fui atendido por um que falava português (sorrindo, vejam vocês), o que facilitou o pedido.

Interior do Café, onde se pode ver Amélie sorrindo ali atrás...

Interior do Café.

Há objetos usados no filme que ficam expostos no café. Quanto ao cardápio, eu fui direto em um “combo” que é um café (ou um chocolate quente) que acompanha o famoso Crème Brûlée, pois eu jamais poderia perder a experiência de quebrar a casquinha dessa linda e simbólica sobremesa e sentir a felicidade discreta que tal ato produz. E isso tudo custou cerca de 14 euros (preços em 2017). O preço lá não é muito barato, mas com 14 euros você já sente a magia da Amélie, e tá bom).

20180303_193518.jpg

Não comi outras coisas, mas dizem que há lugares melhores ali por perto mesmo em Montmartre, onde se pode experimentar melhores e tradicionais pratos franceses. Mas o que me interessava lá era Amélie, a magia conectada à essa obra e o Crème Brûlée, e foi isso que fiz, e saí bem feliz! AH, perto do banheiro há uma mini exposição (na verdade, um balcão) com objetos originais usados no filme, veja e chore de emoção, que nem eu!

Endereço: 15 Rue Lepic, 75018 Paris, França – Site: http://cafedesdeuxmoulins.fr/pt

Dicas: Aproveite para visitar outros endereços ilustres que também ficam em Montmartre, nas redondezas do café da Amélie: A Basílica de Sacré Coeur (também cenário do filme) é linda e gigante, o gramado nos entornos das escadarias são perfeitos para sentar, comer algo e ver a vista linda de Paris (fica numa região alta então a vista é emocionante). Dica: Cuidado com os vendedores ambulantes, eles podem ser meio agressivos, digo, insistentes, colocam as pulseirinhas no seu braço como se fossem presentes e daí cobram, então a dica é: se não estiver afim de comprar, feche a cara um pouco e siga dizendo um “merci” sem parar para dar atenção. O Moulin Rouge também está ali pertinho, a noite ele é muito mais lindo que de dia (com as luzes vermelhas deslumbrantes). Por ali você também pode ver a fachada da casa onde morou o pintor Vicent Van Gogh, fica bem perto do Moulin Rouge. A Place Du Tertre fica quase ao lado da Basílica, uma praça famosa pelos artistas pintando a céu aberto e restaurantes fofos ao redor, e lá também é um ótimo endereço para comprar aqueles famosos pôsteres da Belle Époque de Paris! Olhem só:

20140503_153748

A Place Du Tertre – Com seus charmosos restaurantes e artistas pintando à céu aberto.

20140503_144349

A incrível Basílica de Sacré Coeur, também bastante presente nos cenários do filme.

20140503_170433-1

o Simbólico Moulin Rouge! Fica bem pertinho do Café.

20140503_155222

A fachada da casa onde morou o famoso artista Vincent Van Gogh, 54 Rue Lepic.

20140503_151738

Uma charmosa rua perto da Basílica de Sacré Coeur, onde se pode encontrar os famosos posteres da Belle Époque e uma série de artigos para lembrancinhas.

Montmartre é um bairro lindo e cheio de história, todos os movimentos artísticos históricos que tiveram Paris como palco ocuparam muito esse bairro, então a marca artística e boêmia da região perdura até hoje. Aproveite!