Receita de Molho de Cogumelos com Vinho Branco!

??????????????

Molho simples com combinações exatas.Compreender o ingrediente e saber o melhor do seu uso é respeitar o incrível da natureza e criar a melhor experiência de sabor (de sentidos) possível. Esse molho banha uma massa com força e tranquilidade, plenitude. Banha uma carne como um abraço gentil, que torna comê-la uma experiência afetiva e querida. Também pode ser base para dar fundo, sabor, genialidade e carinho à muitos pratos. É um presente poder fazer e comer isso. Receita completa abaixo, dividida com alma, com carinho.

Shitake com amor.

Shitake com amor.

Ingredientes (para uma quantidade que renda aproximadamente 2 porções  – que cobririam, por exemplo, 2 pratos de alguma massa):

  • Aproximadamente 100 g de cogumelos frescos (Eu usei shitake, shimeji também fica ótimo).
  • 1 colher de sopa de manteiga (Nem pensar em substituir por margarina, clique aqui e saiba o porque)
  • 1/2  xícara de chá de vinho branco
  • 1/2 xícara de chá de água filtrada
  • 2 colheres de sopa de shoyu
  • 1 colher de sopa de molho inglês
  • 1 dente de alho triturado
  • Pimenta-do-reino à gosto
  • Tomilho à gosto
  • Sal à gosto
  • Salsa picada ou desidratada à gosto

Modo de preparo:

Derreta a manteiga em uma panela, então acrescente os cogumelos, mexa e deixa fritar na manteiga por uns 2 minutos. Então acrescente todos os outros ingredientes (exceto a salsa) e deixe reduzir, deixe por pelo menos 10 minutos fervendo. Vá verificando o sal, acerte para tingir seu gosto. Se achar que o molho secou muito acrescente mais água para deixar na consistência desejada – sempre que por água deixa incorporar. Esse molho fica mais ralo e não tão grosso – se quiser uma consistência mais cremosa faça uma receita de roux e acrescente (para obter o roux é só derreter em uma panela 1 colher de manteiga, colocar uma colher de farinha de trigo e deixar cozinhar, mexendo sempre, por um minuto, e então acrescentar na receita). Prontinho! Finalize com a salsa e sirva com massas, carne ou com o que sua imaginação permitir!

Bon appétit!

Anúncios

Receita de risoto de arroz negro com camarão e tomilho!

É tecnicamente impossível não amar arroz negro com camarão, um par romântico que deu mais certo que Julia Roberts e Richard Gere em “Uma linda mulher”! O Arroz negro tem uma intensidade, um caldo escuro e forte que brilha e encanta em aparência e sabor. O camarão traz um tom de mar para o caldo desse risoto que faz toda diferença, e o tomilho coroa essa estrela. Extrair a essência genuína de cada ingrediente e combiná-los de modo que um respeite a composição do outro, não se agridam nem se destruam, mas se combinem com harmonia, coerência e gentileza. As ofertas da natureza são imensamente exuberantes, quantos presentes nos dão. Esse risoto é mais fácil do que parece, e nos eleva de alguma maneira. Vem aprender!

Ingredientes (Para 4 pessoas):

  • 450g de arroz negro
  • 300g de camarão (limpo, sem cabeça, descascado).
  • 3 colheres de sopa de manteiga
  • 2 dentes de alho triturados
  • Meia cebola grande cortada em cubos
  • Azeite de oliva à gosto
  • Sal à gosto
  • Pimenta-do-reino à gosto
  • Tomilho fresco à gosto
  • Caldo de meio limão
  • 300 ml de vinho branco
  • Aproximadamente 1,5 litros de água
  • Pimenta rosa à gosto
  • 100g de creme de leite.

Modo de preparo:

Primeira coisa: Tempere em uma vasilha os camarões com sal, pimenta-do-reino, azeite e limão. Vamos dourá-los! Coloque uma frigideira no fogo, quando ela estiver quente coloque azeite, e então coloque os camarões. Doure eles, sem deixar passar muito tempo para que não fiquem secos. 30 segundos antes de desligar a frigideira coloque 1 dos dentes de alho triturado e misture para fritar o alho. Desligue o fogo e reserve.

Próximo passo: Vamos amolecer um pouquinho o arroz negro. Coloque para ferver toda a água em uma panela grande, acrescente uns 3 raminhos de tomilho, um pouco de azeite e sal. Quando começar a ferver acrescente o arroz negro e deixo-o cozinhar ali com a tampa fechada por 10 minutos – não queremos que o arroz cozinhe por completo, apenas queremos amolecer ele um pouco para que o preparo do risoto fique melhor. Após dez minutos escorra o arroz e o separe do caldo – MAS NÃO DESCARTE  O CALDO, ele será o caldo de cozimento do risoto. Reserve o arroz pré-cozido e transfira o caldo para uma panela ou caneca grande, leve de volta ao fogão mas em fogo baixíssimo. Acrescente um pouco mais de sal (experimente para verificar), a pimenta rosa, mais uns raminhos de tomilho, um pouco de azeite e o dente de alho restante.

Sabe a frigideira que você dourou os camarões? Pegue uns 5 camarões e coloque nesse caldo, então tire o restante dos camarões da frigideira e reserve eles. Deglaceie a frigideira: ligue o fogo da frigideira rapidamente, pegue uma concha do caldo do arroz que está na panela, coloque na frigideira e deixe ferver uns instantes, mexendo para soltar todo o sabor do fundo da frigideira. Então despeje essa mistura da frigideira de volta na panela do caldo – você acaba de acrescentar um sabor incrível ao caldo do seu risoto. Mantenha o caldo em fogo baixo para uma boa extração de sabor, sem deixar ferver. Quando o caldo já estiver no fogo nesse processo uns 10 minutos você inicia o preparo do risoto.

Leve uma panela grande ao fogo (pode ser aquela que você ferveu o arroz por 10 minutos, mas seca e limpa), coloque 1 colher de manteiga, ao derreter coloque a cebola e uma pitada de sal, cozinhe por 1 minuto. Em seguida acrescente o arroz pré-cozido, mexa por 1 minuto e meio e em seguida acrescente o vinho branco, mexa até evaporar. Então vá acrescentando aos poucos o caldo que preparou. Sempre coloque umas 2 conchas por vez e fique mexendo até evaporar, só depois que evaporar coloque mais novamente. Vá fazendo esse processo até que o arroz atinja o ponto desejado – o arroz negro fica mais durinho que o arroz tradicional de risoto, é normal.  Atingindo o ponto desligue a panela, se necessário acrescente um pouco mais de caldo para que fique úmido (não muito para não aguar). Acrescente o restante da manteiga, o creme de leite e os camarões que você dourou (deixe apenas alguns para decorar o risoto na hora de servir).Verifique o sal.

Prontinho! Sirva na hora, decore com camarões e despeje um pouco de azeite por cima deles ao servir, se quiser por um raminho de tomilho por cima (que nem eu fiz) para ficar charmoso, fica charmoso. #risos.

Obs: Para atingir o ponto que gosto do risoto – arroz molinho mas consistente – usei 1,5 litros de água para fazer o caldo. Faça uns 2 litros para garantir que você terá caldo para deixar o arroz no ponto que te agrade. Se sobrar pode congelar e guardar para usar outro dia.

Bon appétit!

Frango grelhado com molho de laranja e tomilho, arroz com pimenta cambuci e abobrinha e cebola grelhada!

20150726_135304

Combinação que da certo, que dá amor e que dá pra fazer fácil A abobrinha e a cebola são grelhadas com um pouquinho de azeite e sal. Agora para saber como fazer o restante, clique nos links abaixo:

Arroz com pimenta cambuci

Frango grelhado (com um tempero especial à base de tomilho e laranja)

Molho de laranja e tomilho (para regar o frango)

Bom apetite!

Receita de Molho de Laranja e Tomilho!

20150726_135308

Filé de frango grelhado regado com o molho da receita.

Ainda sobre frango, tomilho e laranja – O último post do blog foi a respeito de um modo mágico de temperar frango – a lendária combinação de frango, laranja e tomilho – clique aqui e confira como fazer esse tempero. Depois de temperar o frango desse modo eu grelho ele,  e na hora de servir rego com esse molho  – também à base de laranja e tomilho. Regando o frango grelhado com esse molho deixamos o tom desses dois ingredientes mais presentes, sem excessos, casa lindamente. Confira como fazer:

Essa receita é para uma quantidade de molho suficiente para regar cerca de 7 filés de frango.

Ingredientes:

Modo de fazer: 

Primeiro prepare o roux: Derreta em uma panela pequena (ou frigideira) a manteiga, então acrescenta a farinha de trigo, mexa com um fouet por cerca de 1 minuto. Acrescente o suco da laranja e a água e mexa até dissolver – acrescente então todos os ingredientes e mexa por 2 minutos. Agora é só deixar o molho na consistência desejada – se achar muito grosso acrescente mais uma pequena quantidade de água e deixa incorporar, se achar muito liquido deixe reduzir. Prontinho! Regue seus filés grelhados em seguida e sirva.

??????????????

Tempero para frango à base de tomilho e laranja.

??????????????

Para temperar é preciso respeito e sensibilidade. Respeitar o que o ingrediente suporta e recebe equilibradamente, harmonizar a erva com a carne, com a força do sal (que deve ser medida e controlada), criando uma experiência que liberte o melhor de cada ingrediente. Respeitar o ingrediente é compreender com amor e delicadeza as possibilidades que a natureza oferece, mergulhando de modo pleno nos sabores que o mundo tem, que o mundo é. Tomilho, laranja e frango são para mim uma trindade linda, que juntos dançam e mostram algo lindo de sentir. Aprenda abaixo um tempero para frango que faço, que amo, que sinto.

Ingredientes (para temperar cerca de 600g de filés de frango):

  • Tomilho (fresco ou seco) à gosto
  • 2 dentes de alho amassados
  • O suco de uma laranja grande
  • Sal à gosto
  • Pimenta-do-reino à gosto
  • Cerca de 1 colher de sopa de azeite de oliva extra-virgem

Modo de preparo:

Simples, sem segredos. Tire o frango da geladeira um tempo antes de temperar, para que esteja o mais próximo da temperatura ambiente. Com ele já higienizado e cortado em filés, coloque em uma tigela e acrescente todos os ingredientes, misture com as mãos, apertando levemente com os dedos mas sem muita força para não esmagar os filés. Após misturar bastante deixe descansar fora da geladeira por pelo menos 20 minutos antes de cozinhar (eu tempero as vezes 2 horas antes de preparar, ou até um dia antes). Eu os faço grelhados. Daí é só criar molhos e acompanhamentos que sua imaginação permitir, e ser feliz.