Brócolis gratinado – a simplicidade emocionante e deliciosa de um clássico francês

Brócolis gratinado com crosta. Um prato francês originalmente feito com couve-for – “Gratin de chou-fleur avec une chapelure aux noisettes”. Mas se você não ama couve-flor, pode fazer com brócolis. A função mais bonita desse prato é ele tirar sorrisos surpresos na primeira garfada, porque as pessoas não esperam muito de um legume gratinado, mas há coisas bem emocionantes onde a gente menos espera.

Como fazer:

1) Cozinhe um brócolis inteiro (ou couve-flor) e reserve.

2) Faça um molho mornay, que é assim: Em uma panela derreta 1 colher de sopa de manteiga e junte 1 colher de sopa de farinha de trigo. Cozinhe até virar uma pasta clara (1/2 min), que se chama “ROUX”. Então desligue o fogo e junte 500 ml de leite frio, mexendo sem parar. Junte agora 1 colher de chá de mostarda de Dijon, pimenta, cravo-da-índia em pó (opcional), noz-moscada ralada e sal – esses últimos todos à gosto. Volte ao fogo e cozinhe até engrossar, mexendo sempre, e você terá um “MOLHO BÉCHAMEL”. Junte então 200g de algum queijo ralado ou cortado em pedacinhos e mexa até derreter e incorporar, e você terá um “MOLHO MORNAY”.
Roux, béchamel, mornay. Um virando o outro. Bonito essas 3 etapas, você não acha?

3) Misture o brócolis cozido com o molho e disponha tudo em uma travessa. Coloque por cima queijo ralado, avelãs quebradas em pedaços e migalhas de pão.

4) Leve ao forno pré-aquecido à 180 graus por 20 min – ou até gratinar. Pronto. Não esqueça de reparar na emoção da primeira colherada da sua cia na mesa, ou na sua própria – é a parte mais legal

O Molho Béchamel Perfeito! (Molho branco)

Capa Post

Normalmente o resultado final das tentativas que vemos por aí de molho béchamel (conhecido por aqui como molho branco) briga na quantidade de sal e condimentos que acrescentam na receita, o que decai a suavidade e harmonia esperada desse molho. Mas não pode, gente. Esse molho, tão famoso e tão usado como base para tantos pratos, é elegante e simples, mas precisa ter seu padrão clássico respeitado para obtenção do melhor resultado. Vamos a receita!

Ingredientes:

  • 1 colher e meia de sopa de manteiga (Nem pensar em substituir por margarina!)
  • 1 colher e meia de sopa de farinha de trigo
  • 300 ml de leite frio
  • De 1 colher à 1 colher e meia de café de sal (cuidado para não exagerar e cortar a suavidade do molho)
  • Meia colher de café de noz-moscada ralada (as raladas na hora tem mais presença)
  • 1 colher de café de mostarda Dijon

Gente, essas da foto não são as quantidades totais da receita, o exato está descrito no corpo da receita. Aqui é só um "mise en place" artístico - risos.

Gente, essas da foto não são as quantidades totais da receita, o exato está descrito no corpo da receita. Aqui é só um “mise en place” artístico – risos.

Modo de preparo:

O primeiro passo é fazer o Roux. O Roux é um preparo tradicional francês, que serve como base para muitos molhos, inclusive para o béchamel. Ele consiste em cozinhar farinha de trigo na manteiga. É um douradinho fabuloso que faz milagres! Inicie pelo Roux da seguinte forma: Derreta a manteiga na panela e acrescente a farinha de trigo, então mexa sem parar com um fouet, por cerca de 2 minutos, até obter essa consistência, ó:

Quando estiver igual a segunda imagem é hora de colocar o leite e demais ingredientes!

Quando estiver igual a segunda imagem é hora de colocar o leite e demais ingredientes!

Então acrescente aos poucos o leite, sempre mexendo com o fouet. Em seguida acrescente o sal, a noz-moscada e a mostarda dijon. Continue mexendo sem parar, em fogo baixo, por cerca de 5 à 8 minutos, até obter essa consistência (não deixe secar muito):

20150103_191115

Seu molho béchamel está pronto! Respeitando as quantidades e sequência de preparo ele fica suave e divino! Eu acho sensacional ter mostarda Dijon na composição, é um casamento perfeito. Porém, se você preferir, pode fazer sem a mostarda também (como é mais comum de ser feito por aí). Se você for precisar de uma quantidade maior de molho dobre a receita e faça do mesmo modo. Esse molho pode ser usado em uma infinidade de pratos, logo postarei aqui no blog diversas receitas que usam o béchamel.

Bon Appétit!