Como fazer Risoto de Funghi (2 formas: com cogumelos frescos ou com secos)

Cogumelos são surpreendentes, eles tem algo de mistério na sua aparência e sabor – a natureza traz sensações lindas em suas composições engenhosas, e sempre penso nisso diante de cogumelos, vocês não? Amo usá-los para risotos, faço de 2 modos – um para cogumelos frescos e outro para cogumelos secos (acho que cada um precisa de um cuidado diferente para brilhar num risoto). 

Os cogumelos frescos tem suavidade, gentileza, uma inocência fresca que conduz a gente para uma sensação leve e delicada – e para manter isso uso no preparo do risoto caldo de legumes e vinho branco. 

Já os cogumelos secos são intensos, tem algo de paixão avassaladora, não tem meio termo, conduz a gente por uma conexão profunda, que nos enlaça e não há como escapar – e para manter isso uso no preparo do risoto vinho tinto e caldo de carne. 

Ambos os preparos seguem os mesmos passos e processos, só altero os ingredientes, explico abaixo certinho 🙂

Ingredientes (para 2 pessoas):

  • 1 xícara de chá de arroz arbóreo 
  • De 150g à 200g de cogumelos frescos se for usar o fresco (pode ser Shitake, Shimeji, Champingnons, etc) ou de 50g à 100g de cogumelos secos se for usar secos (qualquer “funghi secchi” serve).
  • Meia cebola grande picada em cubos ou 1 pequena
  • 1 xícara de chá de vinho branco para o preparo com cogumelos frescos ou 1 de vinho tinto, se for com cogumelos secos. 
  • Aproximadamente 5 xícaras de chá de caldo aquecido (caldo de legumes para o preparo com cogumelos frescos e caldo de carne para o com cogumelos secos)
  • 4 colheres de sopa de manteiga – no mínimo (Nem pensar substituir por margarina, clique aqui e saiba o porque) – digo no mínimo porque quando se trata de risotos, manteiga nunca é demais.
  • Queijo parmesão ralado à gosto
  • Sal à gosto 
  • Pimenta-do-reino à gosto
  • Azeite para finalizar (opcional) – um bem perfumado e bom.
IMG_20150302_203708
Amo as formas do mundo natural

Modo de preparo:

A primeira coisa é hidratar o cogumelo se ele for o seco. Corte o funghi, coloque em um pouco de vinho e deixe hidratar 20 minutos. Se for o fresco é só cortar e reservar. 

Aqueça o caldo em uma panela e depois mantenha em fogo baixíssimo, apenas para mantê-lo quente. Coloque 2 colheres de manteiga em uma panela grande (onde irá preparar todo o risoto, precisa ser espaçosa), em fogo médio, e assim que ela derreter coloque a cebola, refogue até ela ficar reluzente (uns 3 minutos).Então acrescente o arroz e vá mexendo ele na panela, por 1 minuto. Acrescente então o vinho e mexa sem parar até ele evaporar.

IMG_20150302_211051

Junte o funghi na panela, refogue por uns 2 minutos. Coloque então cerca de 1/3 do caldo e continue mexendo. Quando começar a secar e a consistência começar a ficar cremosa, acrescente mais caldo, e continue mexendo até ir secando novamente. Repita o processo até o arroz ficar no ponto de seu agrado (tradicionalmente tem que ficar mais durinho – cozido mas ainda rígido (al dente), mas se preferir deixe mais molinho. Quando colocar a última remessa de caldo não deixe secar tanto, para que o todo fique cremoso e não denso. 

Quando chegar no ponto desligue a panela e acrescente as outras 2 colheres de manteiga e queijo parmesão ralado (manteiga e queijo em risoto, quase nunca é demais). Acerte o sal e coloque um pouco de pimenta. Já no prato para servir, coloque fios de um azeite perfumado emocionante. Sirva em seguida. 

Seja feliz, no frescor ou na intensidade. 

Receita de Risoto de Tomate!

??????????????

Poucos ingredientes adequadamente temperados, com harmonia e respeito. Esse risoto de tomate fica com uma cor suave assim como seu sabor, um bom acompanhamento, as vezes bom até sozinho com um pouco de parmesão por cima – acho sempre interessante um prato que pode protagonizar sendo servido sozinho ou acompanhar. É uma oscilação de papéis, flexibilidade poética, hora figura, hora fundo. Os papéis que ocupados, pelo risoto de tomate ou por nós na vida, depende de como as coisas são vistas.

Ingredientes:

  • 2 xícaras e meia de chá de arroz arbóreo
  • 1 xícara e meia de chá de tomate italiano picado ou tomates-cereja cortados ao meio (com casca e tudo)
  • Meia cebola grande picada em cubos ou 1 pequena
  • Uma xícara de chá de vinho branco seco
  • Aproximadamente 5 xícaras de chá de caldo de legumes (Se for usar de cubos, dissolva 2, melhor sempre fazer um caldo natural de legumes perfumados em casa, né? Mas se não der, eu entendo).
  • 4 colheres de sopa de manteiga (Nem pensar substituir por margarina, clique aqui e saiba o porque).
  • 10 colheres de sopa de queijo parmesão ralado e mais um pouco para usar na hora de servir.
  • Sal à gosto
  • 1 colher de chá de páprica defumada
  • 1 colher de chá de páprica doce
  • Pimenta-do-reino à gosto
  • Tomilho à gosto
  • Folha de louro à gosto
  • Manjericão fresco à gosto
  • 2 dents de alho esmagados

Modo de preparo:

Ferva o caldo de legumes em uma panela e depois mantenha em fogo baixíssimo, apenas para mantê-lo quente. Coloque 2 colheres de manteiga em uma panela grande (onde irá preparar todo o risoto, precisa ser espaçosa), em fogo médio, e assim que ela derreter coloque a cebola, o alho e todas as ervas (exceto o manjericão), refogue até ela ficar reluzente (uns 3 minutos).Então acrescente o arroz e vá mexendo ele na panela, por uns 3 minutos. Acrescente então o vinho e mexa sem parar até ele evaporar.

IMG_20150302_211051

Coloque então cerca de 1/3 do caldo e continue mexendo. Quando começar a secar e a consistência ficar cremosa, acrescente o tomate e metade do caldo restante, e continue mexendo até ir secando novamente. Depois vá colocando a última parte do caldo aos poucos, checando o ponto do risoto, vá colocando o necessário para atingir o ponto exato, que é quando o arroz fica parte macio parte durinho e úmido (normalmente leva uns 20 minutos até atingir esse ponto).

Quando chegar nesse ponto desligue a panela, verifique o sal e acrescente as outras 2 colheres de manteiga e as 4 colheres de queijo parmesão ralado, jogue as folhas de manjericão fresco por cima e sirva em seguida! Coloque um pouco mais de parmesão por cima para servir.

20150811_194708

Buon appetito!

Receita de Risoto de Pera com Gorgonzola!

?????

Veja abaixo detalhes também do acompanhamento: Aspargos frescos com molho de mostarda, mel e vinho branco!

Risoto e sua versatilidade. O casamento ilustre da pera com gorgonzola. O resultado disso é uma refeição mágica com sabores se equilibrando – o amor aparece no ponto certo nesse prato!

(Receita para 4 porções)

Ingredientes:

  • 2 xícaras de chá de arroz arbóreo
  • 1 pera
  • Cerca de 100g de queijo gorgonzola
  • Meia cebola grande picada em cubos
  • 1 xícara de chá de vinho branco seco
  • Aproximadamente 5 xícaras de chá de caldo de legumes (se for usar o de cubos, dissolva 2)
  • 4 colheres de sopa de manteiga (Nem pensar substituir por margarina, clique aqui e saiba o porque).
  • Sal à gosto (Eu acho suficiente o sal do caldo, porém prove, se achar necessário acrescente em sua receita umas pitadas de sal).

Modo de preparo:

Ferva o caldo de legumes em uma panela e depois mantenha em fogo baixíssimo, apenas para mantê-lo quente. Coloque 2 colheres de manteiga em uma panela grande (onde irá preparar todo o risoto, precisa ser espaçosa), em fogo médio, e assim que ela derreter coloque a cebola, refogue até ela ficar reluzente (uns 3 minutos).Então acrescente o arroz e vá mexendo ele na panela, por uns 3 minutos. Acrescente então o vinho e mexa sem parar até ele evaporar.

IMG_20150302_211051

 Coloque então cerca de 1/3 do caldo e continue mexendo. Quando começar a secar e a consistência ficar cremosa, acrescente metade do caldo restante e a pera. Continue mexendo até ir secando novamente. Depois vá colocando a última parte do caldo aos poucos, checando o ponto do risoto, vá colocando o necessário para atingir o ponto exato, que é quando o arroz fica parte macio parte durinho e úmido. 1 minuto antes de desligar a panela acrescente o queijo gorgonzola e mexa. Em seguida acrescente as outras 2 colheres de manteiga.

?????

Prontinho! A sugestão que dei de acompanhamento na imagem são aspargos frescos cozidos servidos com um Molho de mostarda, mel e vinho branco – Clique aqui e confira a receita desse molho!) 

Buon appetito!

Como fazer Risoto de Abobrinha e Parmesão

20150327_194210

Risoto tem se tornado umas das coisas que mais tenho cozinhado ultimamente! No fundo é um preparo simples e rápido, e que dá muito espaço para inventarmos, pois quase tudo pode virar um risoto, basta ir testando coisas que ficam boas juntas! E isso é o puro ato criativo de cozinhar! Acho que por isso que risoto tem ganhado espaços aconchegantes no meu coração… (suspiros). Hoje a receita é de um fofinho risoto de abobrinha e parmesão! Mas que gracinha…

Ingredientes: 

  • 2 xícaras e meia de chá de arroz arbóreo
  • Meia abobrinha média cortada em tiras ou fatias (Ou uma inteira se for muito pequena).
  • Meia cebola grande picada em cubos ou 1 pequena (Pode ser cebola roxa se você preferir).
  • Uma xícara de chá de vinho branco seco
  • Aproximadamente 5 xícaras de chá de caldo de legumes (Se for usar de cubos, dissolva 2).
  • 4 colheres de sopa de manteiga (Nem pensar substituir por margarina, clique aqui e saiba o porque).
  • 4 colheres de sopa de queijo parmesão ralado e mais um pouco para usar na hora de servir.
  • Sal à gosto (Eu acho suficiente o sal do caldo, porém prove, se achar necessário acrescente em sua receita umas pitadas de sal).

Modo de preparo:

Ferva o caldo de legumes em uma panela e depois mantenha em fogo baixíssimo, apenas para mantê-lo quente. Coloque 2 colheres de manteiga em uma panela grande (onde irá preparar todo o risoto, precisa ser espaçosa), em fogo médio, e assim que ela derreter coloque a cebola, refogue até ela ficar reluzente (uns 3 minutos).Então acrescente o arroz e vá mexendo ele na panela, por uns 3 minutos. Acrescente então o vinho e mexa sem parar até ele evaporar.

IMG_20150302_211051

20150327_192254

Acrescente a abobrinha e mexa por uns 2 minutos. Coloque então cerca de 1/3 do caldo e continue mexendo. Quando começar a secar e a consistência ficar cremosa, acrescente metade do caldo restante, e continue mexendo até ir secando novamente. Depois vá colocando a última parte do caldo aos poucos, checando o ponto do risoto, vá colocando o necessário para atingir o ponto exato, que é quando o arroz fica parte macio parte durinho e úmido.

Quando chegar nesse ponto desligue a panela e acrescente as outras 2 colheres de manteiga e as 4 colheres de queijo parmesão ralado, e sirva em seguida!

Buon appetito!