Como fazer um sensacional pão na chapa paulistano!


São Paulo, lugar intenso de tantos sonhos e também contradições faz amanhã 464 anos. É muito coerente homenagear SP ensinando vocês a fazer um ícone da nossa democrática gastronomia: pão na chapa com pingado – mas não vou te ensinar qualquer pão na chapa, é de um modo intenso, como SP é.

Modo de preparo:

Se puder, coloque fones de ouvido e ouvindo Caetano Veloso vá até alguma padaria de SP, andando por alguma rua paulista que te emocione. Se não morar em SP coloque só Caetano pra tocar, também funciona. Coloque então na frigideira/chapa 1 colher de manteiga e 1 colher bem cheia de azeite de oliva extra virgem. Enquanto a manteiga derrete coloque uma pitada de flor de sal e pense na multidão de pessoas que movem essa cidade e que começam seus dias com um pão na chapa, sonham seus dias enquanto o comem, acordam melhor enquanto o comem, e então vão. Coloque em seguida o pão (francês) e toste, pressionando levemente. Parece simples, e na verdade é. Mas colocar um toque de azeite intensifica o gosto e não é nada simples explicar o quanto é bom. Passe um café. Coloque em uma xícara bonita e então pingue leite. Pause Caetano, escute o barulho da cidade, e coma. Feliz aniversário, São Paulo.

Ovo assado no ramequim e pão na chapa com mozzarella de búfala e crisp de presunto. 

Ovo que foi ao forno em um ramequim untado com manteiga, depois de uns 15 minutos à 200 graus saiu dele com uma gema mole extremamente sedutora e foi gentilmente ressaltado com pequenos toques de flor de sal. Pão na chapa com mozzarella de búfala e crisp de presunto. Para ter o crisp é só ressecar o presunto no forno até ficar crocante. Não há nada demais com esse prato, mas eu o amo. Uma tarde de sábado se tornou mais gentil e interessante com ele e com Julia Roberts dando um sorriso de Monalisa na tela da minha tv enquanto eu mordia um pedaço do pão. A vida tem dessas coisas pra acontecer, calmamente, num sábado a tarde. Ainda bem. Parece pouco e simples, talvez,  mas é bom de vez em quando amar o simples, o detalhe, o singelo. É realmente bom.