Relatos de um dia terrível – Sonhando com o dia em que Raíza Costa volte…

Dulce Benedito

Post e foto que a querida Raíza fez hoje pela manhã em seu Instagram, nos preparativos para o evento na Praça Benedito Calixto em São Paulo.

Tudo começou ontem de madrugada, quando visitei o Instagram da sensacional (mais uns 32 adjetivos) Raíza Costa, do Dulce Delight, e vi que ela estaria em São Paulo hoje de manhã, na Praça Benedito Calixto, cozinhando para o público e sendo a Rainha da Cocada (nome do seu programa no GNT – Clique aqui e conheça o programa) . Ao ver isso me deu um acelero, gente do céu, claro que eu tinha que ir! Eu tinha 1.343.234 coisas para fazer hoje, mas reprogramei tudo para conseguir ir com todo amor do mundo ver ela de perto (o coração acelera de novo só de falar). Admiro tanto cada detalhe, cor e entusiasmo do trabalho dela, que pensar em vê-la pessoalmente é muito emocionante pra mim. Raíza me apresentou uma cozinha que trouxe colorido em época de preto e branco. Ele foi uma das maiores inspirações para o nascimento do blog, que hoje é uma das coisas que mais trazem cor e sentido aos meus dias. Eu sinto que devo tanto à ela, então ir lá gente, não era qualquer coisa, era uma chance de dar um abraço de gratidão! Meu Deus, isso seria tipo algo que, nossa, nem sei, mas seria muito bom. O que aconteceu foi que em um dia muito apertado e corrido, algumas filas que eu não contava, trânsito e imprevistos não me deixaram chegar a tempo, planejei mal meu tempo e perdi de ver ela, e o resultado é que hoje eu sou a Lana Del Rey – queria estar morta. Mergulho agora em uma tristeza profunda (fundo musical de quando o Titanic estava afundando e a banda do navio ainda tocava), era uma ideia mágica pensar em vê-la cozinhar tão de pertinho, agora fico aqui pensando em quando terei essa chance de novo. Ainda vendo as fotos do pessoal que foi e tirou foto com ela, com aquele sorriso estonteante, transbordando simpatia e carinho! – Meu recalque foi lá no alto! O evento foi lindo e ela foi sensacional, as always. Chorando… sério!

Sonhando com o dia em que Raíza volte…

Fragmentos de um dia ruim. Sofrência intensa.

Na página no Facebook do Canal GNT você encontra vídeos do evento!

Raiza Costa – A Diva da cozinha!

(Foto: Webséries/Gshow)

(Foto: Webséries/Gshow)

Uma popstar master, blaster, diamond premium da confeitaria. A cozinha dela é um palco de show de rock colorido e delicioso, sério. Só vendo.

Falar de Raíza Costa pra mim não é falar de qualquer coisa. Sabe o filme Julie & Julia? Que conta a história de como Julie Powell se inspirou na vida da famosa cozinheira americana Julia Child para encontrar um novo rumo para sua vida? Então gente, a Raíza é uma das minhas Julias (Ela divide esse posto com Paola Carosella). Seus programas trazem para o mundo da culinária um tom leve, moderno, divertido e doce. Na verdade ela é algo de confeiteira, comilona, popstar, rockstar e Audrey Hepburn tudo junto – peloamordedeus, como eu não amaria ela? Claro que eu amaria, amor certo. Assisto o trabalho dela não só para aprender receitas, é para me divertir mesmo e também estar em contato com um modo de cozinhar que é o único que faz sentido pra mim. Assistir ela é como ao mesmo tempo entrar numa aula de confeitaria, numa aula de arte, aula de dança, num desfile de moda, num stand up, num bar gostoso cheio de amigos, e por aí vai. Seu trabalho me ajudou a construir uma relação mais sólida com a cozinha em uma época em que a vida estava meio estranha, época em que cozinhar e escrever de algum modo me salvou. Foi nessa mesma época que o blog nasceu, ou seja: tudo isso veio também um pouco de Raíza, e por isso serei pra sempre grato.

Raíza é formada em Artes, e após mudar-se para Nova York dedicou-se ao seu antigo sonho de estudar gastronomia, se matriculando então no French Culinary Institute. Ela começou seu sucesso quando participou da terceira temporada do Masterchef, a famosa competição culinária americana, conseguindo em sua estreia a aprovação e simpatia do mais temido jurado do programa, Gordon Ramsay. Raíza não ficou muito tempo na competição, porém esse tempo foi suficiente para que muita gente conhecesse seu trabalho e carisma.

O Dulce Delight, seu canal no youtube, é um projeto sensacional, onde ela se orgulha de ter iniciado tudo sozinha! Cuidar de cada detalhe das gravações dos vídeos não é brincadeira, mas ela faz tudo com uma qualidade excelente! Seus programas explicam detalhes fundamentais das receitas e as tornam acessíveis, nos fazendo compreender todo o processo químico que ocorre quando juntamos ingredientes para construir as receitas, isso faz muita diferença para aprender de verdade. Os programas originais da série do youtube eram gravados em inglês, mas ela fez também um canal especial para o Brasil no qual ela dublou os episódios, o que deixou tudo mais fofo e divertido, como ela costuma dizer: “uma versão brasileira Herbert Richers”. Só a melhor pessoa poderia dublar a si mesma e divertir a gente muito com isso, fala sério…

Hoje Raíza tem um programa no GNT – O Rainha da Cocada. Grande sucesso que envolve a gente numa confeitaria incrível, eficiente, respeitosa à natureza e artística. Tem a mesma alma linda do Dulce Delight, mas agora, sendo um programa de TV, é mais ampliado e aborda mais coisas que envolvem seu universo. É meu programa de TV preferido atualmente. Ela passeia pelo mundo das receitas, dos produtos, dos seus fornecedores, do seu lar e universo e embala a gente num ritmo, ritmo de festa… ritmo… (ok, entenderam?). A confeitaria de Raíza nos faz lembrar que a vida é uma festa. Isso é emocionante.

Uma das coisas mais importantes do trabalho de Raíza é que ele é um convite à uma reconexão nossa com o ato de cozinhar e alimentar-se. O trabalho dela está nas raízes do meu blog, foi uma das principais inspirações que me instigaram a fazer o trabalho que faço hoje aqui, justamente pelo recado importantíssimo que ela passa. Cozinhar artesanalmente (com as próprias mãos) é algo que tem ficado cada vez mais distante da gente. Nesse mundo onde tudo é “moderno e líquido”, fast e comprado pronto, nos distanciamos de diversas possibilidades de criarmos coisas com nossas mãos, potenciais e emoções, daí nos tornamos menos criativos, autônomos e potentes – e mais dependentes dos alimentos industrializados. Psiquicamente e emocionalmente falando, há danos que sofremos quando compramos tudo pronto, e cozinhar de verdade em casa é uma das chances que temos que desenvolver sensos importantes. Fazer você mesmo de vez em quando é muito bom e revelador. Cozinhar, escolher nossos ingredientes (pensando no que implica sua origem) e como nos alimentamos é um ato emocional e social – Raíza Costa nos lembra disso de um jeito inspirador. Devíamos agradecê-la, seu trabalho é mais que um programa de cozinha qualquer, é um serviço social – e temos precisado muito de chances de ser mais artesanais, criativos e conscientes na vida. Que tal começar pelo que comemos?

Raiza é espontânea, carismática, engraçada, usa um chapéu na cozinha, come Crème Brûlée em um carrossel, tem um cabelo maravilhoso e seus batons são inspiradores. Raiza é completa e pura inspiração. Já deu pra notar o quanto eu a amo, então o post pode terminar!

Acessem o Dulce Delight no Youtube. Assistam Rainha da Cocada no GNT. Ela também está no Instagram e Facebook. Vale a pena cada clique. Vai lá e se apaixone por essa coisa linda de Deus também!