Como fazer brusqueta  de queijo branco e geleia de fruta. 

As minhas tardes de domingo sempre foram um pouco vazias, e no meio desse vazio nasce o convite de criar alguma coisa. A cozinha ajuda nisso. Na minha história, um pedaço de pão sempre rendeu algo. Tenho um grande carinho por fazer torradinhas, brusquetinhas, pedaços de pão com alguma coisa carinhosa e boa por cima. Ontem a tarde de domingo foi significada com essa brusqueta simples, mas deliciosa e marcante.

Ingredientes (as quantidades são totalmente à gosto e variam de acordo com a quantidade de brusquetas, use seu gosto e bom senso):

  • Fatias de pão
  • Queijo branco
  • Geleia de fruta
  • Azeite de oliva extra virgem
  • Folhas de hortelã para finalizar

Modo de preparo:

Pegue as fatias de pão, regue generosamente com azeite, coloque queijo branco e leve ao forno até dourar e o queijo amolecer. Tire e coloque um doce de fruta (pode ser qualquer doce/geleia de fruta que você tenha algum carinho, aqui eu usei uma de calafate (uma frutinha da Patagônia). Coloque folhinhas de hortelã, dá um frescor gentil. O azeite é importante pra dar umidade (visto que o queijo branco sozinho não faz isso) e o aroma do azeite fica ótimo com o doce de fruta. Escolha um bom, isso importa.Seja muito feliz comendo.

E ah,  o que na real preenche vazios não são as torradinhas, óbvio. Elas são uma delicia, mas o que preenche mesmo o vazio é a experiência criativa de fazer algo, mesmo que simples, com suas mãos, com seu tempo. Bon appétit.

Anúncios

Como fazer bruschetta de abobrinha com hortelã e aprender algo sobre a generosidade de combinar certo as coisas da natureza. 

Modo de preparo:

A combinação certa honra tudo, é lindo. Tempere abobrinhas cortadas em lâminas com folhas de hortelã, sal, pimenta, limão siciliano, azeite e gentileza. Deixe descansar, para que tudo se aproxime e se encontre direito, 20 minutos está bom. Depois é só cobrir com isso um pão maravilhoso tostado na manteiga. Um queijo forte por cima deixa mais incrível ainda, se for pecorino então, eu choro. A combinação certa honra tudo, é lindo. E para coroar essa experiência, um azeite bom que você confie faz o sabor ficar cravado na sua alma, memorável, mesmo. Aprendi essa combinação honesta e boa no livro mais emocionante que tenho degustado, o “Todas as sextas”, da Paola Carosella. Enfim, bon appétit.

Como fazer Bruschetta de Tomate-cereja com Manteiga Queimada!

IMG-20160501-WA0004

Bruschetta é prato de fazer no comercial da novela de tão rápido! E pra mim sempre tem um tom sofisticado, de personalidade – como coisas simples e bem feitas costumam ter. Experimentei fazer outro dia tostando as fatias de pão italiano na frigideira  com manteiga – deixando atingir um ponto em que a manteiga queime um pouco. Fica ENACREDITÁVEL gente! E o tomate-cereja adoça sutilmente a força do pão e da manteiga queimada – eu não sei explicar essa bruschetta de uma forma que chegue tão próxima dos suspiros de amor que ela proporciona, sério. Vamos a receita!

Ingredientes:

  • Pão Italiano cortado em fatias (fatias com cerca de 1,5cm).
  • Tomates-cereja cortados ao meio (a quantidade varia de acordo com o tanto de bruschetta que você irá fazer, para 500g de pão italiano, use cerca de 300/400g de tomate-cereja)
  • Meia cebola média picada
  • 1 dente de alho amassado
  • Sal à gosto
  • Pimenta-do-reino à gosto
  • Azeite de oliva – o quanto bastar
  • Manteiga – o quanto bastar
  • Queijo parmesão ralado à gosto

Modo de preparo:

Aqueça uma panela média e coloque cerca de 3 colheres de sopa de azeite. Junte a cebola e o alho e refogue por uns 2 minutos. Ouça o barulho da cebola fritando e sinta isso como uma música. Cheire a cebola fritando e permita-se experimentar a alquimia do aroma – a poesia tem que fazer parte. Após isso, acrescente o tomate-cereja, o sal e a pimenta-do-reino. Refogue por mais uns 2 minutos no máximo – não deixe o tomate-cereja despedaçar, o mantenha inteiro!

Pré-aqueça o forno à 200 graus. Aqueça cerca de uma colher rasa de sopa de manteiga em uma frigideira, quando ela já estiver derretida por completo coloque as fatias de pão italiano para tostar na manteiga – vire as fatias quando estiver dourado de um lado, para dar uma leve douradinha do outro lado também. Faça isso com todas as fatias de pão italiano – ao entrar em contato com a manteiga o pão suga boa parte dela, e o pouco que fica em contato com o calor da frigideira acabada “queimando” de um jeito bom, que fortifica o aroma da manteiga e invade o pão! Mas fique de olho para não queimar, tosta super rápido!

Feito isso, coloque as fatias de pão tostado em uma forma e divida o tomate-cereja refogado nelas, rale parmesão por cima e leve ao forno por cerca de 5 minutos. Pronto! Suspire e seja feliz comendo!

Receita de Bolinhas de Baguete (Quenelles de Baguettes)!

?????

Preparar essa receita me lembrou os bolinhos abstratos e lúdicos que eu tentava criar quando era criança, preenchendo de gastronomia e fantasia as tardes de depois da escola. Eu juntava tanta coisa para criar massas que pudessem ser fritas ou assadas… (risos). Muitas ficavam bem  ruins, mas me sinto maravilhoso ao recordar das lembranças daquelas tardes. Quando a gente ama culinária, até as receitas que dão errado trazem algo de certo, de bom.

 Essa receita francesa fácil, útil (para aproveitar as sobras de baguete) e fofa, eu aprendi com a linda Rachel Khoo! É simples e rapidinho de fazer, e é um excelente acompanhamento para muitos pratos (principalmente pratos molhados, pois elas absorvem molhos muito bem!). Eu já as comi acompanhando carnes (com molhos), sopas, cremes, churrasco e outros pratos. Elas também pode ser uma opção para servir como petisco ou entrada acompanhada de algum molho de sua opção (eu já fiz como entrada acompanhadas de molho rosa agridoce, molho azedo e molho de queijo, ficaram boas com todos!).

Ingredientes:

  • 200g de baguete ou outro pão dormido (com casca e tudo)
  • 250 ml de leite
  • 1 pitada de noz-moscada, sal e pimenta-do-reino à gosto
  • 1 punhado de salsa picada
  • 1 ovo
  • Cerca de 2 à 3 colheres de farinha de trigo
  • 1 colher de sopa de manteiga bem cheia para fritar as bolinhas

Modo de preparo:

Corte a baguete em cubinhos e coloque em uma tigela.

?????

Ferva o leite e despeje sobre eles. Mexa para que todos os pedacinhos absorvam o leite por igual, então cubra com um pano e deixa descansar por 12 minutos. Em seguida tempere com a noz-moscada, pimenta-do-reino, sal e a salsa, misture um pouco. Acrescente o ovo, coloque 1 colher de farinha de trigo e mexa, então verifique a consistência (a mistura deve ficar úmida e só levemente pegajosa), se ainda estiver muito molhada acrescente mais 1 colher de farinha, e verifique de novo, se necessário acrescente mais 1 colher, até obter a consistência mencionada (olhe na foto em que elas estão fritando na frigideira para ter uma ideia melhor da consistência ideal). Molhe as mãos com água para a massa não grudar e modele as bolinhas (não precisa ficar bolinhas perfeitas!). Renderá de 12 à 14 bolinhas (menores que uma bola de golfe). Derreta a manteiga em uma frigideira e frite as bolinhas (elas douram rápido, cerca de 5 minutos). Vire para que doure todos os lados.

?????

E prontinho gente! Como eu disse, tradicionalmente é um acompanhamento, mas também pode ser servido com molhos como entrada! Aproveite as sugestões que dei acima e também invente seu jeito de consumi-las!

?????

Bon appétit!

Tiras de cenoura com molho azedinho para entrada ou acompanhamento!

20141228_205121

Daucus Carota. Esse é o nome de batismo dessa coisinha toda coloridinha chamada cenoura. Ela pode ser usada para muita coisa! Na verdade ela é bem interessante, com essa cor estonteante (olha rimou!), que me faz prestar atenção gentilmente nela e desperta algum tipo de sensação eufórica. Mas isso já é subjetivo demais, então fim.

Vamos à receita de algo legal para fazer com cenoura! Consiste em um jeito de cozinhá-la e um molho para comer junto com ela. Serve como entrada ou acompanhamento ou para o que você quiser! Simples, saudável e amável (como eu to cheio de rimazinhas hoje, né?).

Ingredientes:

  • Cenouras. A quantidade é o quanto você quiser comer.
  • Para cozinhar as cenouras você precisará de água, azeite (cerca de 3 colheres de sopa), pitadas de sal e vinagre (cerca de 3 colheres de sopa).

Para o molho:

  • 200g de creme de leite (a quantidade total daquelas embalagens de caixinha)
  • 5 colheres de chá de azeite extra virgem
  • 1 colher e meia de café de mostarda Dijon
  • Suco de 1 limão
  • Pitada de Pimenta do reino
  • Sal (a quantidade é a gosto)
  • Sementes de coentro secas trituradas, à gosto (ou pode ser folhinhas frescas de coentro mesmo)
  • 3 colheres de chá de maionese

Modo de preparo das cenouras:

Higienize as cenouras e depois corte elas em formato de tiras grandes e grossas, deixando-as desse jeito:

20141228_192547

Ferva uma quantidade de água suficiente para cobrir essas cenouras na panela, acrescente na água o azeite, o vinagre e o sal. Quando estiver fervendo coloque as cenouras dentro. Agora atenção: o tempo de cozimento faz diferença. O ideal para essas cenourinhas de aperitivo é que elas fiquem semi cozidas, meio durinhas mesmo. Porém, se for de sua preferência, você pode cozinhar por mais tempo até obter a consistência que você quer. O ideal pra mim é deixar as cenouras nessa fervura por cerca de 5 a 7 minutos, ficam cozidas mas ainda crocantes! Depois de deixar no ponto de sua preferência é só escorrer e reservar.

Modo de preparo do molho:

Misture em um recipiente todos os ingredientes e mexa bem! Pronto. Simplérrimo assim. É um molho com tonzinho azedo que combina muito com o gosto das cenouras. Se não for servir na hora, guarde o molho na geladeira.  Se quiser uma quantidade menor de molho corte os ingredientes pela metade.

E está pronto, gente! Fácil, colorido e feliz!

Slide1