Pão de queijo com 3 ingredientes para emoções simples – E com um truque para deixá-lo saudável e funcional.

Todo mundo precisa de uma receita simples de pão de queijo para ter a chance de sentir em qualquer hora a magia do pão de queijo saido do forno, feito pelas suas mãos, para ser apreciado em um momento singelo e apoteótico com café, e paz.

E esse, além de exigir apenas 3 ingredientes, tem um truque bem legal para ficar mais saudável e amigo da sua dieta.

Abaixo receita completa escrita, mas se quiser ver um video com todo o passo a passo detalhado, só clicar aqui para ver no IGTV do meu Instagram.

Ingredientes (para 8/10 pãozinhos):

• 1 xícara de chá de goma para tapioca
• 75g de cream cheese
• 40g de queijo parmesão ralado
• 1 colher de sobremesa de chia e outra de linhaça (esses 2 são opcionais, mas isso que irá deixar a receita mais funcional para seu organismo – a tapioca sozinha sem algo que transforme um pouco como nosso organismo vai absorver ela, pode ser uma cilada pra sua dieta.
• Se quiser, 1 pitada de sal.

Modo de preparo:

Misture todos os ingredientes até obter uma massa fácil de manusear (se todos os ingredientes estiverem gelados, a massa fica mais fácil de manusear e também os pãezinhos ficam mais altos ao assar, mas se não estiverem gelados dá certo igual, só muda um pouco o aspecto). Unte sua mão com azeite e faça bolinhas. Leve para assar em forno pré-aquecido à 200 graus por 25/30 minutos, até dourar. Prontinho!

Brioche French Toast, Rabanada, Pain Perdu.

Como fazer brioche french toast (também chamada de rabanada ou pain perdu) – Uma poesia à base de manteiga que ajuda a gente a caramelizar tardes cinzas sofridas, nessa vida às vezes legal, às vezes esquisita

No IGTV do meu Instagram @rodrigo.vilasboas tem um video completo com todo passo a passo, se quiser ver só clicar aqui. Lá te mostro inclusive como fazer a camada de caramelo por cima sem precisar de um maçarico.


Numa tarde chata qualquer misture 1 ovo com 1 xícara de chá de leite, 2 colheres de sopa de açúcar e algum perfume de baunilha. Bata bem. Pegue uma fatia de brioche, fure com um garfo e encharque todinha nesse creme que fez. Com gentileza, leve a fatia encharcada para uma frigideira quente com manteiga e frite dos dois lados até dourar (uns 2 min de cada lado). Preste atenção no cheiro da manteiga fritando o brioche – se você não parou para prestar atenção nos cheiros e detalhes, você ainda não entendeu bem a receita – que é sobre a felicidade discreta, escondida na simplicidade do cotidiano, e na manteiga. Assim já fica pronto e suficientemente bom, mas se quiser mais emoção e tiver um maçarico, coloque uma camada de açúcar por cima e toste, sem timidez, até caramelizar bem – eu amo incendiar coisas, me anima muito (tem a ver com mapa astral e com Paola Carosella). Sirva com iogurte, frutas, sorvete ou nada. Aqui servi do meu jeito preferido, com coalhada.

Queime brioches para caramelizações intensas e lindas, não queime as tardes vazias. Não sempre, eu sei, mas às vezes a gente só precisa de 4 ou 5 ingredientes, e as coisas melhoram um pouco. Não é apenas sobre uma rabanada, mas sim sobre o quanto você se propõe. Abraços amanteigados. Essa receita agradeço à Paola Carosella e Julia Child (pessoas que sabem o poder que a cozinha tem em tardes cinzas).

Cookies de chocolate com banana!

Há um jeito mágico e profundo para um cookie realmente ter gostão gostoso de banana – e não é com banana fresca normal que se consegue isso. Vem cá ver como faz chocolate e banana serem lindos em forma de cookie. E ah, é fácil, barato e gracinha. Cookie é uma receita que eu faria todos os dias de minha vida – me dá um entusiasmo tão gostoso fazê-los, sabe – é uma receita que cobre a gente com leveza e aconchego… eita, como eu gosto.Abaixo receita completa, mas se quiser ver um video com o passo a passo detalhado, só clicar aqui para ver lá no IGTV do meu Instagram @rodrigo.vilasboas.

Ingredientes:

  • 100g de manteiga amolecida
  • Meia xícara de chá de açúcar mascavo
  • 1/4 de xícara de chá de açúcar refinado ou cristal
  • 1 ovo
  • 1 colher de chá de extrato de baunilha
  • 1 xícara de chá cheia mais 1/4 de xícara de chá de farinha de trigo
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 1 pitada de sal
  • 100g de chocolate picado (eu uso amargo, 60%, mas pode ser o que quiser)
  • 150g de banana passa picada

Modo de preparo:

Junte a manteiga com os 2 açúcares e bata (na batedeira ou com um fouet) até ficar uma mistura mais clara e fofa. Acrescente o ovo e o extrato de baunilha, e bata mais para incorporar. Acrescente a pitada de sal, a farinha de trigo e o fermento em pó, misture (agora com uma colher). Quando estiver tudo incorporado, acrescente a banana e o chocolate e incorpore.A massa estando pronta, leve para a geladeira por 10 minutos (só para endurecer um pouco e ficar mais fácil de manusear). Então faça, com a ajuda de duas colheres, bolinhas, construindo formatos meio redondos (de cookies) e coloque em uma fôrma (untada ou antiaderente). Deixe espaço de uns 2,5/3cm entre um cookie e outro (eles crescem). Se quiser, coloque por cima, para ficar mais bonito e visível, mais pedacinhos de chocolate e banana.Então leve para assar em forno pré-aquecido à 180 graus por cerca de 10 minutos (até começar a dourar nas bordas, sem deixar dourar muito em cima). Quando você tira os cookies do forno eles ainda estão moles, o cozimento continua. Retire e deixe esfriar 10 minutos antes de desenformar. Pronto! Aproveite seus cookie e me conta lá no Instagram o que achou! E se fizer posta e me marca! Vou amar ver!

Torta doce italiana de ricota e morango (Sbriciolata alle fragole e ricotta)

A gente não para pra pensar no que de lindo acontece se misturarmos morangos com ricota. Essa torta une os dois, mais um presente dos italianos para o mundo. É um preparo simples, gentil, bom. Indico ela pra tardes em que você precise ser menos duro e mais gentil consigo mesmo. Você acha que não, mas você merece parar um pouco as coisas todas e fazer uma torta para si.

Como fazer a massa:

Misture 300g de farinha de trigo, 100g de açúcar, meia colher de chá de sal e 1 colher de chá de fermento em pó. Acrescente 100g de manteiga amolecida e incorpore. Coloque então 1 ovo e 1 colher de sopa de extrato de baunilha. Misture tudo para formar a massa, mas não forme uma bola, deixe despedaçada, como uma “farofona” (nos stories e no blog, link no perfil, há imagens). Reserve.


Como fazer o recheio:

Esmague 400g de ricota com um garfo e junte 3/4 de xícara de açúcar de confeiteiro (ou normal) e 100g de creme de leite. Bata na mão ou em uma batedeira (Tem que ficar uma pasta grossa, se precisar coloque mais creme de leite), a aparência tem que ser próxima dessa imagem a baixo. Em seguida, acrescente 250g de morangos picados. 

 

Montagem:

Em uma fôrma untada, coloque metade da massa e “amasse” para forrar bem todo o fundo e uns 2 dedos das laterais. Coloque o recheio todo e então espalhe por cima o restante da massa – esfarelando, como se cobrisse com uma farofa, assim:

Se quiser, espalhe por cima um pouco de amêndoas laminadas, mas se não quiser tudo bem. Asse em forno pré-aquecido à 180 graus por 35 minutos. Antes de servir, polvilhe açúcar de confeiteiro por cima.


Quando tudo ficar pronto, construa um momento seu, com uma música que você goste, com uma bebida que você goste, e com uma fatia da sbriciolata. Você merece sentir tudo isso.

Risoto de abóbora fácil e gracinha.

Saudemos a abóbora! Risoto é o coringa pau pra toda obra! Mil tipos para amar, mas esse de abóbora é um facinho que faço muitas vezes – o docinho e textura da abóbora cai bem lindo aqui. As quantidades são referências, mas use sua intuição e gosto pra adequar conforme sentir que precisa. Muitas receitas pedem seu olhar amoroso e clínico.

Caso queira, no meu Instagram @rodrigo.vilasboas tem um video no IGTV com todo passo a passo da receita, clique aqui para ver.

Ingredientes (serve 3 pessoas):

  • Cerca de 1/4 de abóbora cabotiá média, descascada e picada em pedaços pequenos
  • Cerca de 2 litros de água
  • Meia cebola picada
  • Manteiga (é a gosto, mas usei cerca de 3/4 colheres de sopa)
  • 1 xícara e meia de chá de arroz arbóreo
  • 1 taça de vinho branco
  • Sal e pimenta-do-reino à gosto
  • Queijo parmesão ralado à gosto (melhor aqueles menos secos) – usei cerca de 150/200g
  • Algum queijo fresco (opcional, para finalizar)

Modo de preparo:

Coloque a água em uma panela ou caneca grande e coloque a abóbora dentro. Tempere a água com sal e pimenta e leve ao fogo. Quando a abóbora estiver cozida, escorre mas reserve a água (ao invés de caldo, é essa água que você usará para cozinhar o risoto).

Em uma panela, coloque uma colher de sopa de manteiga e junte a cebola, leve ao fogo médio e refogue até a cebola ficar translúcida, então acrescente o arroz e refogue 1 minuto e então acrescente o vinho, mexa até ele evaporar. Acrescente a abóbora cozida e esmague ela um pouco. Então comece a acrescentar o caldo (a água que você cozinhou a abóbora) aos poucos – naquele processo habitual do risoto – Coloque um pouco, mexa e espere secar um pouco, para só depois acrescentar a próxima leva, faça isso até o arroz estar cozido (o ponto vai de seu gosto, mais durinho ou mais molinho, experimente para saber). Mexa sempre durante o processo, para soltar o amido do arroz e garantir cremosidade. A última leva de água não deixe secar, apenas incorporar, para o risoto ficar cremoso. Finalize com o queijo parmesão e manteiga. Acerte o sal. Sirva imediatamente, coloque por cima, se for usar, o queijo fresco (mozzarella de búfala cai muito bem). Fácil, cremoso, brilhante e gracinha! 🙂 Bon appétit!

Tomates à provençal.

Tomates à provençal – uma coisa elegante, simples e bonita pra se fazer com tomates (porque tem mais belo no simples do que pode imaginar nossa vã filosofia). A gastronomia francesa tem cada preparo que é fácil, barato e escandalosamente bom, desmistifica, rapaz.

Abaixo receita escrita, mas se quiser no IGTV do meu Instagram @rodrigo.vilasboas tem um video com todo passo a passo detalhado, clique aqui para ver. 

Fácil assim:

Corte tomates que tenham um vermelho emocionante ao meio, tire as polpas com cuidado e gentileza e reserve. Coloque essas metades em uma fôrma e salpique nelas sal, pimenta e azeite.

Para o recheio: misture em uma tigela: farinha de rosca e pão velho esfarelado (ou só 1 ou outro), queijo parmesão (um não tão seco), alho triturado, sal, pimenta e azeite (seja generosx no azeite). Misture. Então você vai picar em pedaços pequenos a polpa que tirou e ir acrescentando aos poucos e misturando, com todo o suco – você precisa de uma textura que seja uma massinha esfarelenta, mas com alguma aderência. Se precisar coloque mais azeite e polpa ou mais farinha de rosca para atingir – todos os ingredientes são a gosto e dependem, use sua intuição (você tem uma, e precisa acreditar mais nisso). Recheie os tomates generosamente e leve para assar por uns 15 minutos, até dourar. Finalize com alguma erva fresca cheirosa. Bon appétit!

Quiche de abóbora com gorgonzola!

Mais uma opção de quiche – a rainha francesa elegante e simples que quem aprende, ama e faz muitas vezes nessa vida. Essa versão junta abóbora, gorgonzola e mel – uma combinação maravilhosa. Abaixo te conto as 2 opções de massa que você tem, te conto o recheio base e como construir essa versão!

Para a massa da quiche, você tem 2 opções:

Massa tradicional:

Ingredientes:

  • 90g de manteiga amolecida
  • 1 colher de chá de açúcar
  • 1 colher de café de sal
  • 1 xícara e meia de farinha de trigo
  • 2 gemas pequenas ou 1 grande
  • Água gelada (só caso a massa fique seca).

Modo de preparo:

Misture/bata a manteiga com o açúcar e sal, com uma colher de pau, até esbranquiçar. Acrescente a farinha, as gemas e misture – sem amassar muito, só pra unir tudo. É uma massa quebradiça mas que vc tem que conseguir fazer uma bola com ela. Se estiver muito esfarinhada coloque água gelada pra chegar nesse ponto. Embrulhe num papel filme e deixe na geladeira por uns 15 minutos. Depois abra em uma fôrma essa massa até forrar toda ela e cobrir uns 2 dedos as laterais (ajeite com os dedos mesmo, é legal).

Massa de grão-de-bico:

Ingredientes:

  • Cerca de 400g de grão-de-bico cozido (se usar aqueles em lata, use 2 inteiras)
  • Azeite de oliva extra virgem à gosto
  • Sal à gosto

Modo de preparo:

Bata o grão-de-bico cozido em um processador ou liquidificador e vá acrescentando o azeite e um pouco de sal. Vá mexendo com uma colher em pausas para ajudar a bater tudo por igual. Tem que ficar uma massa consistente, mas durinha.

Use uma forma antiaderente ou unte uma com manteiga e farinha. Coloque a massa na fôrma, forrando toda ela e uma boa parte das laterais.

Recheio:

O Recheio básico da quiche consiste em: 4 ovos mais 2 gemas batidas (com fouet) com 250g de creme de leite, sal e pimenta à gosto. Essa parte liquida é a base, aí você incrementa e dá o sabor que quiser para sua quiche. Para essa versão, faça assim: na massa disposta na fôrma coloque cerca de 300g de abóbora cabotiá sem casca, cozida e meio esmagada (não totalmente, não queremos um purê, mantenha uns pedaços),  junte cerca de 150g de queijo gorgonzola (se não gostar, pode substituir por outro, os cremosos (tipo cream cheese) ficam muito bons também – nessa usei um queijo cremoso de gorgonzola. Acrescente fios de mel, à gosto, e daí distribua a massa liquida de ovos e finalize com queijo parmesão ralado por cima. Leve para assar no forno pré-aquecido à 180 graus por 30-40 minutos – até dourar levemente. Pronto! Bon appétit!

Brownie cremoso emocionante!

Uma das receitas mais populares do mundo de um modo mega simples pra você fazer sem erro. Ensino aqui um mesmo preparo que assando por mais tempo fica aquele brownie tradicional de massa densa, e assando menos tempo fica uma versão cremosa cheia de paixão pra matar o cabroco. Receita simples que te leva pra uma experiência quase sensual de tão boa (eu acho, sensual).

No meu canal no Youtube tem o video completo com a receita do brownie! Clique no video para ver:

E no meu Instagram @rodrigo.vilasboas tem também o video muito gracinha com todo passo a passo da receita! Clique aqui para ver. 

Ingredientes:

  • 4 ovos
  • 1 pitada de sal
  • 50g de cacau em pó 100% cacau
  • 200g de manteiga
  • 300g de açúcar refinado
  • 80g de farinha de trigo
  • 300g de chocolate picado (qual você quiser, uso um 65%, só não indico que use ao leite, se não fica muito doce).

Modo de preparo:

Para fazer o brownie existem 2 técnicas de mistura de ingredientes:

1) A primeira e mais popular consiste em derreter a manteiga com o chocolate, acrescentando junto os ovos e só depois incorporando nisso os ingredientes secos. Nesse modo o brownie fica macio, compacto e com massa úmida.

2) Nessa forma, a gente primeiro bate os ovos com o açúcar e só depois acrescenta a mistura de chocolate derretido com manteiga e então os ingredientes secos. Nessa modalidade o brownie fica mais cremoso – e é essa que vamos fazer aqui porque comigo quanto mais cremoso, melhor!

Em uma tigela coloque os ovos e o açúcar e bata (na batedeira ou com fouet) até ficar uma mistura mais clara e o volume crescer um pouco. Reserve.

Derreta o chocolate junto com a manteiga até virarem uma mistura liquida só (pode ser no microondas, colocando os dois juntos em um refratário e mexendo de 20 em 20 segundos até derreter por completo) ou em banho-maria. Reserve.

Na mistura de ovos batidos, acrescente o cacau em pó e incorpore por completo. Acrescente então a mistura de chocolate com manteiga e misture. Em seguida, coloque a farinha de trigo e a pitadinha de sal, misture e incorpore tudo (sem mexer demais).

Unte uma fôrma com manteiga e cacau em pó (de aproximadamente 24 cm de diâmetro). Coloque a massa de modo que fique uniforme na fôrma (ajeite com uma colher), asse em forno pré-aquecido à 180 graus por em média 25/30 minutos.

Tempo de forno: Para um brownie tradicional, com massa mais densa e rígida, deixe no forno de 30 à 35 minutos. Para a nossa versão – mais cremosa no centro (que eu amo) deixe de 25 à no máximo 30 minutos. Em ambas versões, quando se forma a casquinha crocante por cima é sinal que está ficando bom. Não deixe assar demais, se não resseca e é uma tristeza!

Espere esfriar para cortar! E prontinho! Seja feliz!

Tapioca significativa de banana e queijo!

Receita simples com uma combinação impactante – que revela toda potência e sutileza do nordeste do nosso Brasil. Um dos meus jeitos preferidos de comer tapioca. Faço em muitas tardes dessa vida, e esse é o tipo de preparo que me faz parar pra sentar na mesa de casa sozinho a tarde e respirar fundo, através da experiência sutil e boa com uma tapioca. Acho que essa receita me acalma, entende? Faz pra entender.

Ingredientes:

Atenção: Todas quantidades são a gosto, dependem do tamanho da tapioca e o quanto você gosta menos ou mais recheada. Coloque a quantidade que for vendo que faz sentido.

  • Tapioca
  • Queijo (melhor se for coalho)
  • Manteiga (melhor se for baiana, mas se não for, tudo bem)
  • Banana (melhor se for da terra, se não tudo bem também)

Modo de preparo:

Corte a banana em cubos/pedaços pequenos. Em uma panela ou frigideira, aqueça um pouco de manteiga e coloque a banana. Refogue por 1 minuto ou 2, só para a banana amolecer e ficar cremosa linda.

Em uma frigideira, coloque a quantidade de tapioca que for usar. Espalhe montando um disco liso e uniforme. Espere 1 minuto e vire. Coloque a banana que refogou na manteiga e o queijo em pedaços. Deixe uns segundos e então feche a tapioca, espere mais uns segundos até o queijo derreter. Tire e sirva passando um pouco de manteiga por cima para umedecer mais, é bom. Seja feliz comendo.

Clique aqui e acesse o meu Instagram – lá no IGTV tem video completo com todo passo a passo desse preparo!