Bolo de fubá com laranja

Como fazer bolo de fubá com laranja, compreendendo a sutileza de um dia sozinho em casa.

Ingredientes:

  • Olhar calmo e sensível para as coisas
  • 4 ovos
  • 1 xícara de chá de suco de laranja
  • 1 xícara de chá de óleo
  • 2 xícaras de chá de açúcar
  • 1 xícara de chá de fubá
  • 1 e ½ xícara de chá de farinha de trigo
  • 1 colher de sopa de fermento em pó
  • 1 xícara de chá de açúcar cristal para polvilhar a forma
  • 1 colher de sopa de canela em pó para polvilhar a forma
  • Alguma música, dessas que fazem a gente esquecer o medo
    Manteiga para untar

Modo de preparo:

Bata no liquidificador os 4 ovos, o suco de laranja, o açúcar e o óleo. Durante o barulho do liquidificador, imagine uma música daquelas que quando toca você sempre canta junto, então cante, e quando desligar o liquidificador, coloque ela pra tocar. Daí, na batedeira ou num bowl (pra bater na mão com um fouet) coloque o fubá, a farinha de trigo e despeje a mistura do liquidificador, bata bem. Quando terminar de bater repare na massa – ela não é linda? Unte uma forma com manteiga. Misture o açúcar cristal com a canela e polvilhe toda a forma untada. Coloque o fermento na massa e bata mais um pouco, com gentileza (é bom quando tratamos massas e pessoas com gentileza – o crescimento, das massas e das pessoas, tem a ver com a gentileza que recebem). Despeje a massa na forma e leve ao forno pré aquecido a 200ºC para assar por 45/50 minutos. Enquanto o bolo assa, sente no tapete do chão da sua sala com algum livro que te faça bem, ou com alguma outra coisa qualquer que te faça bem. O livro Todas as sextas da @paolacarosella me faz muito bem. Quando o bolo assar sinta o cheiro, espete um garfo e veja se sai limpo. Tire do forno e olhe para ele, pensando que foi você que fez aquele cheiro, com suas mãos. Espere esfriar e desenforme. Corte uma fatia e volte com ela e uma xícara de café para o chão da sua sala, respire. Coma. Ainda está escutando a música? A essa altura, ela vem de dentro.

(Aprendi essa receita com o @rodrigohilbert , e sou muito grato à ele por isso).

Banana bread (Bolo americano de banana)

Banana bread. Um bolo de banana americano que dá um destino lindo para bananas muito maduras. Hoje, mesmo tendo acordado meio sem energia criativa para cozinhar (tem dias que nem o que a gente ama a gente quer fazer, e está tudo bem), a impossibilidade de ver 4 bananas estragar sem fazer algo a respeito me fez ir pra cozinha. No final, fez muito sentido. Era um dia de cozinhar para reparar algo, eu só não acordei notando isso. Não sei se eu salvei as bananas ou se elas me salvaram.

Abaixo receita completa escrita, mas se quiser, no IGTV do meu Instagram @rodrigo.vilasboas tem um video com todo o passo a passo detalhado. Clique aqui e confira.

Ingredientes:

• 1/2 xícara de chá de açúcar
• 1/3 de xícara de chá de manteiga derretida
• 2 ovos
• 4 bananas bem maduras amassadas
• Canela em pó à gosto
• 1 e 3/4 de xícara de chá de farinha de trigo
• 1 colher de sopa de fermento em pó
• 150g de chocolate picado (uso amargo, mas pode ser qualquer um)

Modo de preparo:

Antes de tudo: Tenha 4 bananas bem maduras. Se não for assim não serve. Precisamos de bananas que foram trabalhadas pelo tempo. Se não tiver compre 4 bananas, espere uns dias, até ficar cheia de pontos pretinhos e aprenda sobre o tempo que as coisas levam pra ficarem prontas.

Em uma tigela misture o açúcar com a manteiga derretida. Bata e incorpore. Acrescente os ovos e bata também. Então coloque as bananas maduras amassadas e um pouco de canela, misture. Acrescente a farinha de trigo e a colher de sopa de fermento em pó, e misture com gentileza. Acrescente o chocolate picado e misture (os amargos fazem mais sentido pra mim, se não fizer pra você, tudo bem, pode ser ao leite). Coloque em uma fôrma untada e asse em forno pré-aquecido à 180 graus por 40 minutos. É um dos destinos mais lindos que bananas maduras podem ter.

Brioche French Toast, Rabanada, Pain Perdu.

Como fazer brioche french toast (também chamada de rabanada ou pain perdu) – Uma poesia à base de manteiga que ajuda a gente a caramelizar tardes cinzas sofridas, nessa vida às vezes legal, às vezes esquisita

No IGTV do meu Instagram @rodrigo.vilasboas tem um video completo com todo passo a passo, se quiser ver só clicar aqui. Lá te mostro inclusive como fazer a camada de caramelo por cima sem precisar de um maçarico.


Numa tarde chata qualquer misture 1 ovo com 1 xícara de chá de leite, 2 colheres de sopa de açúcar e algum perfume de baunilha. Bata bem. Pegue uma fatia de brioche, fure com um garfo e encharque todinha nesse creme que fez. Com gentileza, leve a fatia encharcada para uma frigideira quente com manteiga e frite dos dois lados até dourar (uns 2 min de cada lado). Preste atenção no cheiro da manteiga fritando o brioche – se você não parou para prestar atenção nos cheiros e detalhes, você ainda não entendeu bem a receita – que é sobre a felicidade discreta, escondida na simplicidade do cotidiano, e na manteiga. Assim já fica pronto e suficientemente bom, mas se quiser mais emoção e tiver um maçarico, coloque uma camada de açúcar por cima e toste, sem timidez, até caramelizar bem – eu amo incendiar coisas, me anima muito (tem a ver com mapa astral e com Paola Carosella). Sirva com iogurte, frutas, sorvete ou nada. Aqui servi do meu jeito preferido, com coalhada.

Queime brioches para caramelizações intensas e lindas, não queime as tardes vazias. Não sempre, eu sei, mas às vezes a gente só precisa de 4 ou 5 ingredientes, e as coisas melhoram um pouco. Não é apenas sobre uma rabanada, mas sim sobre o quanto você se propõe. Abraços amanteigados. Essa receita agradeço à Paola Carosella e Julia Child (pessoas que sabem o poder que a cozinha tem em tardes cinzas).

Cookies de chocolate com banana!

Há um jeito mágico e profundo para um cookie realmente ter gostão gostoso de banana – e não é com banana fresca normal que se consegue isso. Vem cá ver como faz chocolate e banana serem lindos em forma de cookie. E ah, é fácil, barato e gracinha. Cookie é uma receita que eu faria todos os dias de minha vida – me dá um entusiasmo tão gostoso fazê-los, sabe – é uma receita que cobre a gente com leveza e aconchego… eita, como eu gosto.Abaixo receita completa, mas se quiser ver um video com o passo a passo detalhado, só clicar aqui para ver lá no IGTV do meu Instagram @rodrigo.vilasboas.

Ingredientes:

  • 100g de manteiga amolecida
  • Meia xícara de chá de açúcar mascavo
  • 1/4 de xícara de chá de açúcar refinado ou cristal
  • 1 ovo
  • 1 colher de chá de extrato de baunilha
  • 1 xícara de chá cheia mais 1/4 de xícara de chá de farinha de trigo
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 1 pitada de sal
  • 100g de chocolate picado (eu uso amargo, 60%, mas pode ser o que quiser)
  • 150g de banana passa picada

Modo de preparo:

Junte a manteiga com os 2 açúcares e bata (na batedeira ou com um fouet) até ficar uma mistura mais clara e fofa. Acrescente o ovo e o extrato de baunilha, e bata mais para incorporar. Acrescente a pitada de sal, a farinha de trigo e o fermento em pó, misture (agora com uma colher). Quando estiver tudo incorporado, acrescente a banana e o chocolate e incorpore.A massa estando pronta, leve para a geladeira por 10 minutos (só para endurecer um pouco e ficar mais fácil de manusear). Então faça, com a ajuda de duas colheres, bolinhas, construindo formatos meio redondos (de cookies) e coloque em uma fôrma (untada ou antiaderente). Deixe espaço de uns 2,5/3cm entre um cookie e outro (eles crescem). Se quiser, coloque por cima, para ficar mais bonito e visível, mais pedacinhos de chocolate e banana.Então leve para assar em forno pré-aquecido à 180 graus por cerca de 10 minutos (até começar a dourar nas bordas, sem deixar dourar muito em cima). Quando você tira os cookies do forno eles ainda estão moles, o cozimento continua. Retire e deixe esfriar 10 minutos antes de desenformar. Pronto! Aproveite seus cookie e me conta lá no Instagram o que achou! E se fizer posta e me marca! Vou amar ver!

Torta doce italiana de ricota e morango (Sbriciolata alle fragole e ricotta)

A gente não para pra pensar no que de lindo acontece se misturarmos morangos com ricota. Essa torta une os dois, mais um presente dos italianos para o mundo. É um preparo simples, gentil, bom. Indico ela pra tardes em que você precise ser menos duro e mais gentil consigo mesmo. Você acha que não, mas você merece parar um pouco as coisas todas e fazer uma torta para si.

Como fazer a massa:

Misture 300g de farinha de trigo, 100g de açúcar, meia colher de chá de sal e 1 colher de chá de fermento em pó. Acrescente 100g de manteiga amolecida e incorpore. Coloque então 1 ovo e 1 colher de sopa de extrato de baunilha. Misture tudo para formar a massa, mas não forme uma bola, deixe despedaçada, como uma “farofona” (nos stories e no blog, link no perfil, há imagens). Reserve.


Como fazer o recheio:

Esmague 400g de ricota com um garfo e junte 3/4 de xícara de açúcar de confeiteiro (ou normal) e 100g de creme de leite. Bata na mão ou em uma batedeira (Tem que ficar uma pasta grossa, se precisar coloque mais creme de leite), a aparência tem que ser próxima dessa imagem a baixo. Em seguida, acrescente 250g de morangos picados. 

 

Montagem:

Em uma fôrma untada, coloque metade da massa e “amasse” para forrar bem todo o fundo e uns 2 dedos das laterais. Coloque o recheio todo e então espalhe por cima o restante da massa – esfarelando, como se cobrisse com uma farofa, assim:

Se quiser, espalhe por cima um pouco de amêndoas laminadas, mas se não quiser tudo bem. Asse em forno pré-aquecido à 180 graus por 35 minutos. Antes de servir, polvilhe açúcar de confeiteiro por cima.


Quando tudo ficar pronto, construa um momento seu, com uma música que você goste, com uma bebida que você goste, e com uma fatia da sbriciolata. Você merece sentir tudo isso.

Bolo de cenoura fofinho infalível e a chance de um instante poético!

Receita simples para um bolo de cenoura clássico fofinho! Te ensino o segredo para uma massa super macia e fofa e também uma cobertura cremosa brilhante para coroar seu bolinho! E claro, como sempre por aqui, essa receita também tem um convite para uma experiência emocional gostosa, e dessa vez te chamo para notar a poesia e felicidade discreta, que está escondida na simplicidade do seu cotidiano, só esperando para ser notada por você – e o bolo de cenoura pode te ajudar nisso! Vem comigo entender “Quando a cozinha é um divã”! Clique no vídeo e confira!

Chá de amendoim (amendoim cremoso quente).

Porque não é só de chocolate quente que se faz aconchego em dias nublados. Cremosidade, textura gostosinha, docinho, quentinho (ou até frio é bom, se gostar) e super fácil de fazer. Registre no seu coração:

No IGTV do eu Instagram @rodrigo.vilasboas tem um vídeo gracinha com todo passo a passo dessa receita. Clique aqui e veja! 

Ingredientes:

  • 1 litro de leite integral
  • 500g de amendoim torrado sem sal e sem casca
  • 1 lata de leite condensado.

Modo de preparo:

No liquidificador ou processador, junte todos os ingredientes e bata bem. Leve ao fogo médio em uma panela grande. Quando começar a ferver, deixe cozinhar por 15 minutos (no vídeo tem todos os detalhes e o ponto certo). Mexa de vez em quando e fique de olho na panela – piscou o leite sobe e derrama tudo no fogão, vá mexendo e baixando o fogo para evitar isso. O que não consumir na hora, conserve na geladeira

Agradeço a querida @maryangelapessoa , pela receita amorosa e gentil dos cantos bonitos de Minas Gerais. ❤

Brownie cremoso emocionante!

Uma das receitas mais populares do mundo de um modo mega simples pra você fazer sem erro. Ensino aqui um mesmo preparo que assando por mais tempo fica aquele brownie tradicional de massa densa, e assando menos tempo fica uma versão cremosa cheia de paixão pra matar o cabroco. Receita simples que te leva pra uma experiência quase sensual de tão boa (eu acho, sensual).

No meu canal no Youtube tem o video completo com a receita do brownie! Clique no video para ver:

E no meu Instagram @rodrigo.vilasboas tem também o video muito gracinha com todo passo a passo da receita! Clique aqui para ver. 

Ingredientes:

  • 4 ovos
  • 1 pitada de sal
  • 50g de cacau em pó 100% cacau
  • 200g de manteiga
  • 300g de açúcar refinado
  • 80g de farinha de trigo
  • 300g de chocolate picado (qual você quiser, uso um 65%, só não indico que use ao leite, se não fica muito doce).

Modo de preparo:

Para fazer o brownie existem 2 técnicas de mistura de ingredientes:

1) A primeira e mais popular consiste em derreter a manteiga com o chocolate, acrescentando junto os ovos e só depois incorporando nisso os ingredientes secos. Nesse modo o brownie fica macio, compacto e com massa úmida.

2) Nessa forma, a gente primeiro bate os ovos com o açúcar e só depois acrescenta a mistura de chocolate derretido com manteiga e então os ingredientes secos. Nessa modalidade o brownie fica mais cremoso – e é essa que vamos fazer aqui porque comigo quanto mais cremoso, melhor!

Em uma tigela coloque os ovos e o açúcar e bata (na batedeira ou com fouet) até ficar uma mistura mais clara e o volume crescer um pouco. Reserve.

Derreta o chocolate junto com a manteiga até virarem uma mistura liquida só (pode ser no microondas, colocando os dois juntos em um refratário e mexendo de 20 em 20 segundos até derreter por completo) ou em banho-maria. Reserve.

Na mistura de ovos batidos, acrescente o cacau em pó e incorpore por completo. Acrescente então a mistura de chocolate com manteiga e misture. Em seguida, coloque a farinha de trigo e a pitadinha de sal, misture e incorpore tudo (sem mexer demais).

Unte uma fôrma com manteiga e cacau em pó (de aproximadamente 24 cm de diâmetro). Coloque a massa de modo que fique uniforme na fôrma (ajeite com uma colher), asse em forno pré-aquecido à 180 graus por em média 25/30 minutos.

Tempo de forno: Para um brownie tradicional, com massa mais densa e rígida, deixe no forno de 30 à 35 minutos. Para a nossa versão – mais cremosa no centro (que eu amo) deixe de 25 à no máximo 30 minutos. Em ambas versões, quando se forma a casquinha crocante por cima é sinal que está ficando bom. Não deixe assar demais, se não resseca e é uma tristeza!

Espere esfriar para cortar! E prontinho! Seja feliz!

Brigadeiro de café, chocolate e castanha-do-brasil!

Receita simples e rápida do nosso brasileiríssimo brigadeiro, numa versão
Brigadeiro de café enrolado em uma farofa de café – coffee lover ouvi seu grito. Receita que une 3 ingredientes que nossa terra produz de um jeito emocionante: café, chocolate e castanha-do-brasil. Tem tanta coisa linda que brota do nosso chão, deviamos compreender com mais valor aquilo que sai do mesmo útero nativo que viemos.

Abaixo receita escrita, mas aqui também tem um vídeo dela:

No meu Instagram @rodrigo.vilasboas tem também um video com todo passo a passo dessa receita! Clique aqui e veja!

Café: marca fortíssima da nossa cultura e história (Minas Gerais e Espírito Santo produzem o café mais emocionante que já tomei na vida). Esse ingrediente tem tudo a ver com Brasil e o nosso café, rapaz, não tem pra ninguém.

Chocolate: Seja o cacau da Bahia ou o da Floresta Amazônica, nosso país é produtor de um chocolate incrível que pode nos encher de muito orgulho, não tem chocolate belga que desmereça nosso borogodó!

Castanha-do-brasil: Elemento absolutamente representativo das florestas do norte do país, que é usado em tantas receitas incríveis!

Sugiro, do fundo do meu coração, que para essa receita você uso só ingredientes nacionais, para celebrar de fato a beleza profunda das terras do Brasil. Essa receita é um convite de apropriação cultural, porque a gente ainda menospreza demais nossa terra e muitas vezes não entende aquilo que de único e singular nos compõe.

Vem comigo ver o que é que a baiana tem!

Ingredientes:

  • 1 lata de leite condensado
  • 2 colheres de sopa de cacau em pó
  • 70g de chocolate picado (qualquer um que quiserem, eu uso 70%)
  • 3 colheres de chá de café solúvel ou 2 colheres de sopa de café liquido (bem forte).
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 2 punhados de castanha-do-brasil
  • 1 punhado de chocolate picado
  • 3 colheres de chá de café solúvel (esse será para fazer a farofa de enrolar os brigadeiros).

Modo de preparo:

Em uma panela coloque o leite condensado, o cacau em pó, as 3 colheres de sopa de café solúvel ou as 2 de sopa de café liquido, o chocolate picado e a mEm uma panela coloque o leite condensado, o cacau em pó, o café, o chocolate picado e a manteiga. Pense nas terras de Minas Gerais ou Espírito Santo e nas tantas mãos e histórias que estão por trás desse café na sua panela (se não sabe delas, procure saber, é importante entender de onde as coisas vem). Leve ao fogo médio e mexa sem parar até atingir o ponto de brigadeiro (quando você passa a colher e consegue ver o fundo da panela). Deixe esfriar. Olhe pronto e dessa vez pense no cacau que brota da Bahia, e aproveita pra considerar se o chocolate que você escolhe vem de marcas que tratam com dignidade a mão que colhe o cacau. A receita fica diferente quando sabemos essas coisas (cozinhar, pra sempre um ato social. Que história sua escolha de ingrediente patrocina?)

A farofa de enrolar o brigadeiro:
Coloque em um liquidificador ou processador a castanha, o chocolate e o café solúvel, bata tudo apenas o suficiente pra tudo misturar e virar uma farofa – não bata demais se não a castanha solta muita gordura e vira uma pasta oleosa. Pegue a farofa com sua mão e sinta a textura bonita que a castanha deixa, úmida e crocante, exalando de sua alma a vida das florestas do norte do Brasil. A amazônia sagrada também aparece no seu brigadeiro.

Enrole os brigadeiros e passe na farofa. Coma, lembrando do que se trata comer: unir cultura, consciência ambiental e social, apreciação do belo, representatividade. Aproveite seu doce.

Receita de Areias de Cascais – Biscoito amanteigado português!

Direto de Portugal, esse biscoito mega fácil de fazer é daqueles que derretem na boca ao mesmo tempo que derrete junto o seu coração. Mas que gracinha. Vem ver que lindo, fácil e mara – isso com café é apoteótico, Camões grita. Se divirta fazendo – é daquelas biscoitos terapêuticos que a gente amassa e molda na mão passando toda energia para a massa!

Abaixo a receita escrita, mas se quiser ver um video completo dela com todo passo a passo detalhado, clique aqui e confira no IGTV do meu Instagram @rodrigo.vilasboas ! Aproveita e me segue por lá, sempre tem novidades!

Ingredientes:

  • 300g de farinha de trigo
  • 150g de açúcar refinado
  • 200g de manteiga gelada cortada em pedaços
  • 1 pitada de sal

Modo de preparo:

Coloque a farinha de trigo em uma tigela, acrescente o sal e o açúcar e misture. Em seguida coloque a manteiga e comesse a esmagar ela com as pontas do seus dedos na farinha, incorporando ela até tudo virar uma coisa só – uma farofa amanteigada que fica bem esfarelada com aspecto de areia. só amasse demais para não esquentar muito a massa.

Pegue pequenas quantidades da massa e com o calor de sua mão molde bolinhas. Leve para assar em forno pré-aquecido à 190 graus por entre 15 à 20 minutos – depende da potência de seu forno, o ponto é quando começa a dourar levemente por cima.

Tire do forno e passe eles, ainda quente, em um pouco de açúcar, como se fosse empanar – mas não passe muito para não ficar muito carregado de açúcar. Deixe esfriar e prontinho!