Receita clássica de pão de ló!

Pão de ló – Nome que os portugueses deram à esse tipo de massa de bolo, que é delicada e frágil como um tipo de tecido que foi popular em Portugal no século XVI, o “ló”. Nossos colonizadores amam essa massa, muitas cidades portuguesas são famosas pelas suas diferentes versões de pão de ló. Dizem que a inspiração para os portugueses criarem a receita veio após visitarem terras japonesas no século XVI e conhecerem o kasutera – um bolo japonês com a mesma estrutura do pão de ló, só que levava xarope de milho. Também há registros que dedicam a criação do pão de ló ao italiano Giobatta Carbona, que criou um bolo comemorativo encomendado por um marquês italiano para o rei da Espanha (Fernando IV), batizando o bolo leve e aerado de Pan di Spagna. Enfim, como muitas receitas, há muitas trocas, influências e encontros culturais que a permeiam, mas o que a gente tem certeza é que essa mágica da natureza, tão simples e com apenas 3 ingredientes, resulta numa massa incrível e muito versátil, ótima para muitos tipos de bolo, perfeita para Naked Cake. Você pode fazer ela aromatizada e servir purinha, num café da tarde fofo, que nem a massa.

Ingredientes (para uma fôrma redonda de cerca de 25cm de diâmetro):

  • 5 ovos
  • 170g de farinha de trigo
  • 150g de açúcar

Modo de preparo:

Pré aqueça o forno à 160 graus. Peneire a farinha de trigo 3 vezes e reserve. Na batedeira, bata os ovos com o açúcar até a mistura ficar super branca e aerada. Feito isso, acrescente a farinha aos poucos, misturando com uma espátula ou fouet, delicadamente (nem pensar em bater na batedeira nessa parte). A delicadeza para misturar a farinha é muito importante para a massa não perder a qualidade aerada. Misture apenas até incorporar tudo, não mexa demais. Unte uma fôrma de 25cm de diâmetro (com manteiga e farinha), despeje a massa e leve para assar no forno pré-aquecido por 30 minutos, ou até espetar um garfo ou palito no centro e ele sair seco e limpo. Prontinho. Espere esfriar uns 15 minutos pelo menos para desenformar.

Sem fermento nem nada, o bolo cresce o suficiente, fica fofo, lindo, apaixonante, um amor real. Crie bolos incríveis com essa massa super versátil!

Dicas:

  • Essa é um tipo de massa seca, que não tem gordura, então para um bolo ela precisa sempre ser umedecida com uma calda maravilhosa.
  • Você pode aromatizar a massa acrescentando delicadamente raspas de algum cítrico (limão, laranja, etc) na massa no momento anterior ao que acrescenta a farinha de trigo. Fica ótimo também!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s