Restaurante Arturito (São Paulo) – Ir na exposição e sentir o sabor da alma do artista.

1609500

Cheguei a pouco da minha primeira visita ao famoso restaurante Arturito, em São Paulo. O restaurante é da premiada chef Paola Carosella, a querida jurada do Masterchef Brasil. Faço questão de escrever agora mesmo sobre o restaurante, logo após chegar de lá, para que a emoção que estou sentindo alcance o post.

Tenho visitado alguns locais em São Paulo que me fizeram ver que fama, filas gigante e casa sempre cheia nem sempre são sinônimos de qualidade e daquilo que busco em um restaurante, mas o Arturito passou longe de ser uma decepção. Fui hoje sem saber que ia, foi uma surpresa planejada por alguém que sempre sabe como tocar minha alma e dessa vez decidiu me levar para conhecer de perto o trabalho de uma cozinheira que admiro e respeito muito (admiração que vem  de muito mais do que é possível falar agora). Estar no Arturito foi especial de verdade, porque ele é um lugar que conta uma história que inspira e movimenta a gente. Saímos de lá com uma sensação forte e bonita, de que comida quer dizer muito mais do que imaginamos.

E meu encanto  de hoje pela visita ao restaurante não é apenas pela admiração à chef Paola, mas sim pela experiência total do restaurante. Alguns detalhes do local nos colocam delicadamente em contato com a essência e marca da cozinha proposta pela chef: A decoração insinuando algo sobre a origem das coisas que se come, lembrando que um prato vem de ingredientes que tem um valor, uma composição, uma originalidade natural que deve ser considerada e observada. A decoração do restaurante vira e mexe lembra a faceta agrícola de um alimento – uma selva, uma fazenda – nos faz entrar em contato com o que se come de uma forma muito bonita. O cardápio é simples e fantástico, com pratos que exaltam ingredientes e mostram o espetáculo que o singelo e natural tem.

IMG-20151121-WA0005

O pão de fermentação natural é oferecido como couvert, servido com manteiga e azeite – R$9,50.

O pão de fermentação natural é o melhor pão que já comi. Aparência já traz a identidade da casa da chef. O sabor é marcante, sabor que nos diz algo intenso e simples – há um entusiasmo delicado que me acompanha ao senti-lo.

IMG-20151121-WA0003

Prime Rib – Servido com chimichurri e batatas Robuchon – R$160,00 (serve 2 pessoas).

Pedi o famoso Prime Rib – e nunca mais vou esquecer o perfume desse prato. Ponto de carne que da vontade de escrever uma poesia só de lembrar. O Perfume do chimichurri invadiu minha alma. O Prime Rib é um prato que serve 2 pessoas, e vem acompanhado de batatas Robuchon (uma especie de purê em formato de esfera que é assado, lhe conferindo uma crosta crocante impecável).

A casa tem uma larga carta de bons vinhos, opções interessantes de drinks (Tomei um Port & Tonic (Porto branco, tônica e zest limão siciliano), muito bem feito, gostei bastante, custou R$23,00 – a maioria dos drinks são nessa faixa de preço.

IMG-20151121-WA0006

Detalhe do cardápio – Filosofia da casa.

De um modo geral a experiência no Arturito foi um contato autêntico com a identidade, com a arte singular de uma cozinheira e com a sua história. Poder sentir claramente em diversos detalhes do restaurante a filosofia que permeia o trabalho de Paola Carosella foi o mesmo que ir em uma exposição e sentir o gosto da obra de um artista, visitar fragmentos de sua alma – e sentimos isso desde a decoração da casa até quando a conta vem – junto com um potinho com pedaços rústicos de chocolate amargo, na forma autêntica e sensacional do ingrediente, para experimentarmos seu original. Experimentamos no Arturito a identidade de uma artista, a identidade dos ingredientes e da própria natureza, isso é uma experiência autêntica, de reconexão ao natural que somos parte. Não tive a sorte de encontrar Paola pessoalmente no restaurante, mas a sensação de conhecer intensamente o Arturito é a de conhecer profundamente algo da alma da cozinheira. Então eu a conheci. Cada segundo no Arturito foi poesia.

IMG-20151121-WA0008

Aquele que sabia que uma noite no Arturito tocaria minha alma!

Restaurante Arturito

  • Endereço: Rua Artur de Azevedo, 542 – Pinheiros, São Paulo
  • Horários: Almoço: de, 3ª a 6ª das 12h às 15h, sábados e domingos das 12h30 às 16h, Jantar: de 2ª à Sábado das 19h às 23h30.
  • Contato: [11] 3063-4951
  • Site: arturito.com.br (Lá você encontra cardápios e preços).

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “Restaurante Arturito (São Paulo) – Ir na exposição e sentir o sabor da alma do artista.

  1. Pingback: Paola Carosella cozinha para alunos de escola estadual ocupada em São Paulo. | Quando a Cozinha é um Divã

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s